Impresso em: 29/05/2022 04:57:59
Fonte: http://www.redeto.com.br/noticia-28419-condenado-por-morte-de-advogado-e-preso-mais-uma-vez-no-to.html

Condenado por morte de advogado é preso mais uma vez no TO

14/01/2022 17:19:27

Divulgação/Dicom/SSP-TO
REDAÇÃO
REDETO

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (14) um homem de 31 anos, condenado pela morte do advogado e defensor dos direitos humanos, Sebastião Bezerra da Silva e que era considerado foragido da justiça.

A prisão aconteceu em Gurupi, no sul do estado. O foragido foi localizado após o setor de inteligência da Polícia Civil apurar que um homem condenado por homicídio e também com passagens por crimes diversos estaria na cidade.

Segundo o delegado regional Joadelson Rodrigues Albuquerque, o homem havia cumprido 6 anos da sentença em regime fechado e obteve o direito de cumprir o restante da pena em regime semiaberto, com uso de tornozeleira eletrônica, mas ele retirou o equipamento de monitoramento e passou a ser considerado foragido.

No momento da abordagem, o foragido chegou a apresentar um documento de identidade falso aos policiais e portava um simulacro de arma de fogo. Ele foi autuado em flagrante por falsidade ideológica e encaminhado para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Gurupi, onde cumprirá o restante da pena do crime de homicídio.

 

O crime

O advogado e presidente do Centro de Defesa dos Direitos Humanos da cidade de Cristalândia, Sebastião Bezerra da Silva teve seu corpo localizado encontrado enterrado em uma cova rasa no dia 27 de fevereiro de 2011, em uma fazenda entre os municípios de Dueré e Gurupi. Na época, após investigações, a Polícia Civil chegou a dois irmãos, de 19 e 20 anos, que foram presos e confessaram que mataram o advogado para roubar seus pertences.

Os exames periciais apontaram que Sebastião foi morto por asfixia, estrangulamento e também por golpes de pá na cabeça e demais partes do corpo.