Impresso em: 08/08/2022 10:30:11
Fonte: http://www.redeto.com.br/noticia-102-obras-da-hidrovia-no-rio-tocantins-devem-comecar-em-2014.html

Obras da hidrovia no Rio Tocantins devem comešar em 2014

08/03/2013 18:27:54

Ademir dos Anjos


Após voo de conhecimento sobre o Rio Tocantins, o Governador Siqueira Campos, o representante-chefe do Banco de Desenvolvimento Econômico da China, Weidong Zhou, o diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL S/A), Bernardo Figueiredo, e a senadora Kátia Abreu concederam entrevista coletiva na qual falaram do projeto de tornar navegável toda a Hidrovia Tocantins, cortando todo o Estado, em uma faixa de 725 quilômetros entre as cidades de Peixe e Aguiarnópolis.

A entrevista foi na casa da senadora Kátia Abreu. Durante a entrevista, o diretor-presidente da EPL, órgão misto responsável por planejar a logística do País, os estudos para a obra devem estar concluídos até junho desse ano, quando será mapeada toda navegabilidade do rio Tocantins. Até outubro terá início o processo licitatório para contratação da empresa executora da obra e começo do serviço no início de 2014.

Defensor da hidrovia como uma plataforma de transporte, o Governador Siqueira Campos explicou que a concretização desse projeto tem tudo para impulsionar a economia do Estado. “Nós ganhamos muito em competitividade com essa hidrovia, aumentando a exportação dos nossos minérios, carnes e produção agrícola. E a China tem interesse porque precisa do que nós produzimos”, disse o Governador.

Siqueira Campos ainda afirmou que, pelo tamanho e qualidade do Rio Tocantins, o Estado tem totais condições de, nos próximos 20 anos, ser um dos maiores exportadores de pescado. “Podemos produzir mais peixe que bois em 20 anos”, salientou.

Também presidente da Confederação Brasileira de Agricultura, a senadora Kátia Abreu disse que a hidrovia é um meio de transporte econômico que reduz em 28% o custo do frete. “Para se ter uma ideia, um navio com quatro balsas transporta o mesmo que 86 vagões de 70 toneladas de trem e 175 carretas bitrem de 35 toneladas”, salientou.

Reunião

Além da hidrovia, o fortalecimento dos negócios entre Tocantins e a China também foi debatido no encontro. O Governador reforçou a importância da visita para ampliar e fortalecer relações, afirmando que a China é destaque em muitos campos da atividade humana. “Nós temos possibilidades de investimentos em todos os campos, em hidrovias, eclusas, ferrovias transversais para alimentação do Norte-Sul, produção agropecuária e outros. As parcerias com a China são bem-vindas e vão dar maior velocidade ao nosso desenvolvimento”.

Com a ajuda do seu interprete, Weidong Zhou falou sobre os frutos da visita que a comitiva chinesa realizada em julho do ano passado. “Já estamos com os termos do acordo para cooperação em planejamento pronta para o Governador assinar na visita à China em setembro próximo. E também já estamos fechando os termos para outra parceria de intercâmbio entre os empresários chineses e tocantinenses”, salientou.

O diretor presidente da EPL ressaltou o papel central do Tocantins para a retomada do crescimento no setor de logística de transportes no país. “Nós estamos desenvolvendo projetos em vários estados, mas estamos no Tocantins porque o Governador é uma pessoa que tem um senso de urgência e enxerga na frente”, comentou.

 

Da Agência Tocantinense de Notícias