Impresso em: 25/08/2019 06:56:46
Fonte: http://www.redeto.com.br/noticia-26456-desfile-e-piquenique-de-aniversario-reunem-centenas-em-palmas.html

Desfile e piquenique de aniversário reúnem centenas em Palmas

21/05/2018 16:22:01

Fotos: Divulgação
O desfile cívico-militar pelo aniversário de 29 anos de Palmas foi realizado na avenida principal do Jardim Aureny III, na região sul da capital

A cidade de Palmas encerrou as comemorações dos seus 29 anos de emancipação neste domingo, 20, com grande prestígio da comunidade no Desfile Cívico e Militar, realizado na avenida principal do Jardim Aureny III, na região sul da capital. A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), abriu o desfile com revista às tropas, acompanhada das autoridades militares, em carro aberto.

"O dia de hoje é sempre um dia que mexe com o emocional de todos nós, que mexe com nossos sonhos, com as perspectivas daquilo que a gente idealiza e sonha pra essa cidade e principalmente, o que a gente sonha para nossos filhos e para outras gerações que, com certeza, vão nos suceder e que seja uma cidade ainda mais linda, ainda mais rica em todos os sentidos”, afirmou Cinthia. 

A prefeita destacou ainda a importância de estar no coração da Região Sul, no Aureny III. “Oportunidade para as pessoas estarem inseridas nesse contexto, comemorando o aniversário de Palmas, com quem de fato a cidade pertence que é a população”, completou. 

Atrações do desfile

A Banda Marcial do Exército Brasileiro deu início às apresentações trazendo ao desfile evoluções de grande precisão, simetria e criatividade. Regida pelo maestro e composta por outros 74 músicos, trouxe gaitas de fole, trompetes, trombas, trombones, bombardinos, tumbas, liras, pratos, bombos e caixas de guerra.

A Escola Municipal Estevão Castro levou ao desfile uma apresentação com o tema ‘Palmas para você’ representando por meio das alegorias o que a cidade oferece de melhor aos turistas e a todos que aqui residem, com destaque à sustentabilidade em cada ala representada. A apresentação das balizas e fanfarra foi realizada pelos alunos da Escola de Tempo Integral Padre Josimo Tavares. Já a tradicional fanfarra da Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva incorporou em seu cartel de instrumentos o saxofone especialmente para a manifestação cívica de amor à cidade.

Com o tema ‘Nós somos o trânsito’, a ETI Anísio Spínola Teixeira, parceira da Polícia Rodoviária Federal (PRF), representou a paz no trânsito com placas de advertência, educativas e auxiliares demonstrando a sinalização do cotidiano de um condutor e pedestre, evidenciando o trabalho dos agentes de trânsito. A ETI Eurídice Ferreira de Mello, parceira da Guarda Metropolitana de Palmas, apresentou o pelotão com alunos em traje de gala e compôs o desfile com sua baliza e fanfarra.

O Colégio Esportivo Militar do Corpo de Bombeiros, ETI Margarida Lemos (CEMIL) desfilou com grupamentos da Banda de Música, guardas bandeiras, porta-flâmula e pelotões de alunos do 9° ano da instituição. A corporação apresentou ainda suas viaturas operacionais de defesa civil, busca, salvamento, resgate e patrulhamento.

A ETI Almirante Tamandaré, com projeto de parceira com a Sociedade dos Amigos da Marinha, desfilou retratando a esperança no futuro. Com traje de gala o pelotão mirim composto por 20 alunos das séries iniciais representou a unidade com maestria. Alunos levaram a Bandeira Nacional, do Estado do Tocantins, da Capital e das 26 que representam o alfabeto naval. A unidade sequenciou com a fanfarra entoando canções das forças armadas do Brasil e finalizou seu desfile com pelotão feminino e uniforme de gala.

Alunos atletas destaques em competições municipais, estaduais e nacionais representaram a ETI Caroline Campelo, parceira do Exército Brasileiro. A unidade reverenciou sua ação pedagógica na consolidação de técnicas disciplinares, esportivas, culturais e pedagógicas, oportunizando ao educando contato amplo da vida em sociedade, cidadania por meio de novas tecnologias.

O Colégio da Polícia Militar do Estado do Tocantins participou da solenidade compondo a banda de música composta por alunos do curso técnico instrumental, porta-estandarte com brasão da escola, pelotões, fanfarra e pelotão de elite.

O clube de desbravadores representou no desfile sua composição por meio dos 16 clubes com cerca de 500 componentes. O movimento Força Jovem do Tocantins retratou a conscientização contra o suicídio, a automutilação e a depressão representando na ocasião o ‘Projeto Help: Não te julgo, te ajudo!’.

A apresentação contou ainda com o desfile motorizado das corporações Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Polícia Militar do Estado Tocantins, Corpo de Bombeiros, Agência Municipal de Trânsito e de Transportes e Guarda Metropolitana com suas viaturas operacionais motorizadas e operações de apoio.

Piquenique e corte do bolo

Pela manhã, a festa de aniversário de Palmas teve como palco o Parque dos Povos Indígenas. A programação incluiu culto ecumênico e música ao vivo da Banda da Guarda Metropolitana e da Banda Marcial do Exército Brasileiro, que trouxe músicas brasileiras e marchas com evoluções, o que fez com que o público acompanhasse a apresentação pelo parque.

"Já tinha vindo aqui fazer piquenique com os meninos porque é um espaço bom para aproveitar e deixar eles longe do celular e da TV. Quando vi no Facebook o convite para vir aqui para o aniversário assim, achei o máximo", disse a manicure Nersy da Silva Siqueira, que participou acompanhada dos filhos Guilherme, 9 anos, e Gustavo, 4 anos.

O parque foi decorado para o piquenique coletivo, incluindo desde as tradicionais toalhas xadrez, enfeites de papel, flores em cestas de palha de buriti e gibis e fotografias da cidade pendurados em galhos de árvores para criar cantinhos de leitura para os visitantes. "Trouxemos essa proposta de um piquenique rústico pensando em atrair as famílias e as deixarem confortáveis para ocuparem esse espaço", disse o presidente da Fundação Cultural de Palmas, Giovanni Assis.

Encerrada a parte musical, foi realizado o tradicional corte do bolo. Ao todo, 1.200 pedaços de bolo gelado foram distribuídos aos presentes em cestas produzidas por artesãos de Taquaruçu. O casal de pioneiros da cidade Maria Ivone de Andrade, 69, e Manoel Alves Ferreira, 78, chamou a atenção tirando fotos próximo ao bolo. "Todo ano a gente participa do aniversário de Palmas. Tenho muitas fotos guardadas de vários anos. Para gente é celebrar a cidade que a gente viu nascer", disse dona Maria Ivone.

Retomada de obra

A festa no Parque dos Povos Indígenas contou ainda com a assinatura de ordem de serviço para reinício da obra de ponte da Avenida NS-04 (ao lado do PPI). Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), a obra consiste na execução de drenagem, terraplanagem, pavimentação, abertura de ciclovia e sinalização viária.

Conforme adiantou o secretário executivo da pasta, Luiz Teixeira, a primeira etapa da obra foi realizada em 2017, mas precisou ser interrompida em razão das chuvas. "Esta segunda etapa inclui duplicação do trecho e pavimentação com previsão de conclusão em até 120 dias", disse Teixeira. Os trabalhos na obra serão reiniciados na próxima quarta-feira, 23. A obra é executada pela Seisp.

 

Com Secom/Prefeitura