Impresso em: 09/08/2020 22:31:41
Fonte: http://www.redeto.com.br/noticia-220-policia-prende-integrante-de-quadrilha-que-explodia-caixas-eletronicos-no-to.html

Polícia prende integrante de quadrilha que explodia caixas eletrônicos no TO

13/03/2013 10:20:46

Assessoria

REDAÇÃO


Os Policiais da Divisão Anti-roubo a Banco – DAB/DEIC de Palmas, em parceria com o GOTE e a Polícia Civil do Estado de Goiás, prenderam mais um integrante de uma das maiores quadrilhas de arrombamento de caixas eletrônicos do Estado do Tocantins.

A ação foi realizada durante um cumprimento de mandato de busca e apreensão da última sexta-feira (08), nas cidades de Palmas –TO e Goiânia-GO.

Segundo a polícia, foi preso, na capital goiana, durante o cumprimento de mandato, Julio Cesar de Freitas Rodrigues, vulgo “Julião” ou “Huck”. Ele foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP no último fim de semana.

O outro integrante da quadrilha, Anderson Rodrigues de Moura, chegou a ser preso em Goiânia, mas conseguiu escapar. Foi encontrada com a esposa do bandido uma camioneta blindada que seria supostamente utilizada para fuga nos assaltos. O veículo foi apreendido e levado para o pátio do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (DEIC)

Durante a operação foram encontrados: furadeira industrial de base magnética, maçaricos, alavanca, vários celulares, chip’s, simulacro de pistola, rádios de comunicações, furadeiras, C.R.V. em branco e C.R.L.V.’s preenchidos, todos estes documentos foram furtados do CIRETRAN de Paraíso do Tocantins no ano de 2010.

De acordo com o Delegado chefe da Polícia Civil Eliú Andrada Jurubeba, depois da investigação da Deic de Palmas, ficou comprovada a participação da quadrilha em uma série de roubos e furtos/explosivos à caixas eletrônicos neste Estado, “já temos confirmado que eles participaram de nove arrombamentos de caixas eletrônicos”, contou.

A polícia confirmou a participação do grupo nos seguintes assaltos: Supermercado Makro (2010), Dertins (2011), Supermercado Atacadão (2012), Fátima-TO (2012), Fortaleza do Tabocão -TO (por 3 vezes em 2012), Marianopólis-TO (2012) e Lajeado-TO (2012).

Sobre a quadrilha

De acordo com a polícia, a quadrilha é composta por nove integrantes, quais sejam: Anderson Rodrigues de Moura, vulgo “Catatau e/ou Águia”, (foragido); Carlos Henrique da Silva Batista, vulgo “Preto”, (foragido); Ismael Melgaço Costa, vulgo “Irmão”, (foragido); José Roberto Fernandes do Nascimento, vulgo “Zé Bunitin” (foragido), Francisco Ribeiro Neto, vulgo “Neto” (foragido), Osvaldo Cerqueira Tavares, vulgo “sargento” (preso); Miguel Antonio Soares, vulgo “Negão do i30” (preso); Antunimilson dos Santos Pereira, vulgo “Milson”(liberdade condicional), Julio Cesar de Freitas Rodrigues, vulgo “Julião e/ou “Huck”, (preso).

O DEIC afirmou que continua as investigações, na tentativa de prender os integrantes foragidos.

A Delegada Liliane, responsável pelas investigações, afirmou que as investigações em torno da quadrilha já duram 8 meses.

Ela contou que o grupo adquiriu em Palmas uma residência que servia como base para se articular e hospedar sem levantar qualquer suspeita.

Os integrantes traziam um micro-ônibus de Goiânia e dentro conduziam familiares dando aparência de turismo, mas dentro do veículo havia armamentos e todos os artefatos para a prática de crimes.

O grupo também se utilizava de um furgão para o transporte de caixas eletrônicos quando não dinamitados, bem como roubavam veículos para serem utilizados no crime e depois os abandonavam, fugindo na camioneta apreendida.

A polícia informou ainda que a quadrilha não utilizava aparelho celular durante o dos crimes e sim rádios de comunicações.