Impresso em: 20/01/2021 13:10:16
Fonte: http://www.redeto.com.br/noticia-15510-paratleta-do-tocantins-conquista-medalha-de-bronze-em-sao-paulo.html

Paratleta do Tocantins conquista medalha de bronze em São Paulo

27/11/2014 12:28:50

Paula Bittencourt
Felipe dividiu pódio com paratletas de São Paulo e Rio de Janeiro

O estudante Felipe Barbosa Pereira, do Centro de Ensino Médio Bom Jesus, de Gurupi, faturou mais uma medalha para o Tocantins nas Paralimpíadas Escolares. O paratleta competiu no tênis de mesa e garantiu a terceira colocação. Ao todo, já são seis medalhas para o Estado nas competições que são realizadas em São Paulo/SP, de 25 a 28 de novembro.

Entre as duas partidas disputadas pelo tocantinense, Felipe conseguiu 20 pontos dos 33 em jogo e ficou com o bronze. O primeiro lugar foi para São Paulo e o segundo, Rio de Janeiro. Para o estudante, deficiente físico, participar pela primeira vez de uma competição nacional serviu de experiência para próximos desafios. “É muito difícil porque o nível técnico dos outros jogadores é alto. Mas quero aprender mais para participar de outros campeonatos”, afirmou o jovem de 17 anos.

De acordo com a técnica do paratleta, Mirna Moreira, o resultado superou as expectativas e a evolução do aluno foi positiva no último mês de treinos intensificados. “O desenvolvimento dele foi muito bom. Mas aqui, o melhor não é o jogo em si, mas também a oportunidade de trocar experiências com outros atletas”, ressaltou.

Medalhas

O Tocantins conquistou até agora seis medalhas nas Paralimpíadas Escolares. São cinco de bronze e uma de prata. No atletismo, Lorena Fonseca da Silva, da Escola Especial Mãe-Tia Eulina Braga, de Porto Nacional, conquistou bronze nos 100 metros e prata no arremesso de peso. Também no arremesso de peso, Rhailma Sousa, da Escola Especial Integração, de Palmas, e Akila Vitória Leite, da Escola Especial Colibri, de Dianópolis, garantiram o terceiro lugar para o Tocantins. No masculino, o bronze ficou com o estudante Marcos Rodrigues Viana, da Escola Especial São Francisco de Assis, de Gurupi, no arremesso de dardo. 

 

Da Agência Brasil