publicidade
publicidade
Max:34° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 22 de setembro de 2018
Siga a REDE TO

Ação Parlamentar

Júnior Coimbra defende consenso sobre MP que beneficia assentados

07/05/2014 19h08 | Atualizado em: 07/05/2014 20h04

Divulgação/Ascom Júnior Coimbra afirma que a medida pode beneficiar quase 1 milhão de famílias

Um pedido de vista coletivo adiou para a próxima semana a votação do parecer do senador Wellington Dias (PT-PI) à Medida Provisória 636/2013. O pedido foi feito nesta terça-feira (6) durante a reunião da comissão mista que analisa a matéria.

Segundo o presidente da Comissão Especial, deputado federal Júnior Coimbra (PMDB), o relator Wellington Dias deve apresentar uma nova versão do parecer na próxima terça (13), com sugestões de deputados e senadores aos pontos sobre os quais ainda não há consenso. Com isso, o relatório pode ir a voto no dia seguinte. “Vamos rediscutir as questões mais emblemáticas do relatório para construir um texto consensual”, disse.

A MP trata da quitação de dívidas relativas a créditos concedidos a assentados da reforma agrária entre 1985 e 2013 pelo Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra), além de conceder linha especial de crédito para as famílias incluídas no Programa Nacional de Reforma Agrária e condições especiais de renegociação de saldos remanescente.

Júnior Coimbra afirma que a medida pode beneficiar quase 1 milhão de famílias, atingindo 8 milhões de hectares de produção de alimentos, com impacto financeiro de R$ 12 bilhões.

A vigência da MP 636 vai até 3 de junho.

 

Da Ascom/Júnior Coimbra

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.