publicidade
publicidade
Max:34° Min:19°
Araguaína
Araguaína-TO, quarta, 20 de junho de 2018
Siga a REDE TO

Ação Parlamentar

Deputado do TO vence eleição e irá comandar Parlamento Amazônico

Associação é formada pelas assembleias de 9 estados do país

08/05/2014 16h17 | Atualizado em: 09/05/2014 17h04

Benhur de Souza / Divulgação Deputado Freire Júnior é eleito presidente do Parlamento Amazônico

O deputado Freire Júnior (PV) elegeu-se na última quarta, dia 7, presidente da Associação do Parlamento Amazônico (ASPAM). O parlamentar, que até o dia 6 assumiu a vice-presidência da organização, formada pelas Assembleias dos nove Estados da região amazônica, foi eleito para o biênio 2014/2015, durante reunião do Parlamento ocorrida em Brasília por ocasião da 18ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE).

Alguns membros da diretoria anterior, presidida pelo deputado acreano José Luiz Tchê (PDT/AC), foram mantidos e outros nomes foram incorporados. O novo vice-presidente da entidade é o deputado Sinézio Campos (PT/AM). Freire Júnior ressaltou a gestão exitosa de seu antecessor, que resgatou a funcionalidade do parlamento ao realizar quatro grandes encontros no último ano.

Um deles aconteceu em Palmas em 2013, quando foi debatido o Marco Regulatório da Mineração. “O desafio é manter o ritmo de programações e ampliar a participação individual e coletiva dos parlamentos estaduais”, enfatizou Freire.

O ex-presidente da ASPAM, Luiz Tchê, fez um breve balanço das atividades, destacando os encontros de Boa Vista (RR), Palmas (TO) e Rio Branco (AC), onde temas relevantes de interesse da região e do país foram discutidos.

Tchê reafirmou que a demarcação de terras indígenas, o marco regulatório da mineração e áreas de livre comércio na Amazônia foram alguns dos temas discutidos em 2014. Observou ainda que, pelo planejamento da entidade, um dos próximos temas em pauta será “Perdas e Compensações dos Estados”.

Freire enfatizou como meta fundamental de seu mandato a discussão de uma melhor logística para o transporte aéreo da região Amazônica. “Para ir hoje de Belém a Palmas, tem que fazer escala em Brasília e vice-versa, quando o certo seria sair de Palmas para Belém ou Manaus, tanto pelo tempo como também pelo custo da passagem”, observou.

Visando novas alternativas para a situação, Freire previu um encontro com o ministro da Secretaria Nacional de Aviação Civil. Apesar de reconhecer os empecilhos que surgem eventualmente em ano eleitoral, o parlamentar tocantinense defendeu que um esforço para realizar as metas da entidade, principalmente após outubro, será feito.

O vice-presidente Sinézio Campos chamou a atenção para novas formas de aproveitamento dos minérios da Amazônia. Segundo ele, a exploração deverá ser feita dentro de critérios sustentáveis. A próxima reunião da entidade ocorrerá no Amazonas, atendendo a solicitação dos parlamentares daquele Estado. (Elpídio Lopes)

lguns membros da diretoria anterior, que era presidida pelo deputado acreano José Luiz Tchê (PDT) foram mantidos e outros nomes foram incorporados. O novo vice-presidente da entidade é o deputado Sinézio Campos (PT-Amazonas).

Freire Junior ressaltou a gestão exitosa do seu antecessor, que resgatou a funcionalidade do parlamento tendo realizado quatro grandes encontros no ultimo ano. “O desafio é manter o ritmo de programações e ampliar a participação individual e coletiva dos parlamentos estaduais”, enfatiza.

Avaliação

O ex-presidente da ASPAM, José Luiz Tchê, fez um breve balanço das atividades destacando os encontros de Boa Vista (RR), Palmas (TO) e Rio Branco (AC) onde temas relevantes de interesse da região e do país foram discutidos.

Tchê reafirma que demarcação de terras indígenas;marco regulatório da mineração e áreas de livre comércio na Amazônia foram alguns dos temas discutidos em 2014 e que pelo planejamento da entidade, um dos próximos temas a serem debatidos será “Perdas e compensações dos Estados”.

 

Da Dicom/AL-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.