publicidade
Araguaína-TO, segunda, 06 de julho de 2020
Siga a REDE TO

Rede 190

Suplente de vereador de Araguatins e outras duas pessoas morrem em acidente causado por imprudência de motorista no interior do PA

19/05/2014 00h02 | Atualizado em: 19/05/2014 23h28

Reprodução Acidente aconteceu na estrada que dá acesso ao município de Parauapebas (PA)

REDAÇÃO


Um suplente de vereador do Tocantins e outras duas pessoas, entre elas uma criança, morreram vítimas de um grave acidente de trânsito registrado na tarde do último sábado, 17, no km 09 da estrada Raymundo Mascarenhas,
 que dá acesso ao município de Parauapebas (PA).

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, um caminhão bateu de frente com o Siena onde estavam o suplente de vereador Eleomarcos Dias da Silva (foto ao lado), de 23 anos, o pai dele, Filadélfio da Silva, vulgo Dedé, de 46 anos, e Kaique Barbosa da Silva, de 7 anos. A criança morreu no local, enquanto o suplente Eleomarcos e Filadélfio vieram a óbito ao dar entrada no Hospital Yutaka Takeda, no núcleo urbano de Carajás.

O caminhão pertence a uma loja paraense de materiais de construção. O motorista do veículo, conforme testemunhas, teria provocado o acidente ao realizar uma ultrapassagem em local proibido. Ele saiu ileso. A perícia esteve no local e o laudo com as causas da tragédia deve ficar pronto ainda este mês. 

Um terceiro carro, modelo Celta, marca Chevrolet, também se envolveu no acidente. Segundo os bombeiros, o motorista, para evitar a colisão com os outros dois veículos, desviou e caiu em um barranco. O casal que estava no automóvel sofreu ferimentos leves. Os nomes não foram divulgados.

As três vítimas fatais eram de Araguatins, no Bico do Papagaio, e, segundo familiares, estavam em Parauapebas conhecendo as belezas naturais da região. Eles tinham acabado de sair do Parque Zoobotânico e desciam pela serra dos Carjás quando o acidente aconteceu. 

Outras duas pessoas ficaram gravemente feridas no acidente. Geciane Barbosa da Silva, de 25 anos, teve um dos braços amputados. Maria Rio da Silva, que estava grávida, perdeu o filho na tragédia e fraturou uma das pernas. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.