publicidade
publicidade
Max:32° Min:20°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 26 de maio de 2018
Siga a REDE TO

Ação Parlamentar

AL: Deputados cobram agilidade na instalação da CPI do Igeprev

Oposição e situação promoveram debate acalorado sobre a comissão

28/05/2014 18h59 | Atualizado em: 11/06/2014 23h59

Isis Oliveira/Divulgação Deputado quer urgência na instalação da CPI

As discussões parlamentares na sessão matutina desta quarta-feira, dia 28, tiveram como principal foco a instalação da CPI do Igeprev. O primeiro a abordar o assunto foi o deputado Stalin Bucar (PR), que usou a tribuna para criticar a iniciativa. Para ele, a comissão não dispõe das condições técnicas que o Senado tem para realizar toda a investigação, que poderá não trazer os resultados e respostas esperados pela sociedade.

“Infelizmente, um assunto de tal importância está se tornando tema preferido dos políticos apaixonados, desejosos de criticar o Governo. Esse ‘proselitismo político’ não ajuda em nada os verdadeiros interessados, que, se quiserem obter o esclarecimento do assunto, terão de recorrer ao Ministério Público, ao TCE e até à Comissão do Senado”, ressaltou Stalin. Wanderlei Barbosa (Solidariedade) também defendeu que os problemas do Igeprev têm sido explorados apenas pelos adversários políticos do Governo.

Favoráveis à CPI, os deputados Sargento Aragão (PROS), Eli Borges (PROS) e José Bonifácio (PR) cobraram agilidade no processo de instalação da comissão. “Esse assunto não pode ficar sem resposta. Tenho buscado informações junto ao Igeprev e nunca obtive retorno, ao contrário do Ministério da Previdência, que tem fornecido todos os dados que solicitamos. Estamos preocupados com os servidores que só terão garantia de aposentadoria até 2019. Conforme apurei, o caixa baixou muito porque, antes dos desvios, a informação era de que esses servidores teriam recursos garantidos para a previdência até o ano de 2072”, enfatizou Aragão.

Apesar de ter cogitado retirar sua assinatura para a instalação da CPI, o parlamentar José Bonifácio argumentou por sua vez que vai mantê-la em respeito aos servidores e à sociedade, que merecem ver o assunto apurado.

 

Da Dicom/AL-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.