publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 27 de maio de 2020
Siga a REDE TO

Municípios

Servidores pressionam prefeito e ameaçam fazer greve

01/08/2014 13h09 | Atualizado em: 01/08/2014 14h07

Divulgação Servidores do município de Porto Nacional durante reunião para discutir demandas da categoria

Em assembleia geral realizada pelo SISEPE-TO na noite desta quarta-feira (30), os servidores de Porto Nacional estabeleceram um prazo para que o prefeito Otoniel Andrade pague os direitos garantidos em lei.

Entre os direitos cobrados pelos servidores estão o pagamento da data-base, vencida desde abril e que até agora não foi pago pela administração municipal. Os servidores aprovaram que a data-base deve ser paga em agosto, juntamente com o retroativo dos quatro meses em atraso, em parcela única.

Também durante a assembleia os servidores aprovaram o prazo de 10 dias para a Prefeitura informe ao SISEPE-TO a respeito do pagamento dos quinquênios e das licenças-prêmio. De posse dessas informações - com a relação dos servidores aptos ao benefício - o SISEPE-TO vai se reunir com a administração municipal para estabelecer um calendário de concessão das licenças-prêmio.

Outra decisão da assembleia geral foi estabelecer um prazo de 10 dias para que a administração municipal inclua o piso nacional na tabela financeira da categoria de Agente Comunitário de Saúde e Combate às Endemias.

Caso a administração o municipal não atenda às deliberações da Assembleia, o SISEPE-TO convocará nova assembleia para que os servidores deliberem as medidas a serem adotadas, inclusive com a possibilidade de encaminhamento para greve geral.

 

Da Ascom/SISEPE-TO 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.