publicidade
Araguaína-TO, quarta, 08 de julho de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Motoristas do estado paralisam atividades nesta segunda-feira

A principal reclamação da categoria diz respeito ao não pagamento de diárias

22/09/2014 11h12 | Atualizado em: 23/09/2014 00h20

Divulgação Além do atraso no pagamento das diárias, os motoristas afirmam que os veículos oficiais não passam por manutenção, o que coloca em risco a vida dos condutores

Os motoristas do Quadro Geral e do Poder Executivo do Estado do Tocantins vão fazer uma paralisação nesta segunda-feira (22) na garagem central do Estado, localizada na Avenida JK, saída para Paraíso do Tocantins.

A decisão foi tomada faz uma semana, quando os motoristas estiveram reunidos na sede do Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) para cobrar do Governo do Estado o pagamento de diárias que estão atrasadas. Os motoristas reclamaram que estão pagando as despesas com viagem do próprio bolso e que o Governo do Estado não está cumprindo a lei que determina que as diárias devem ser pagas antes da viagem.

Os atrasos nos pagamentos de diárias não é a única reclamação da categoria. Os motoristas afirmaram que, em muitos casos, os veículos estão sem a devida manutenção, o que coloca em risco não apenas a vida dos condutores, como também daqueles que estão sendo transportados, além das outras pessoas que estão no trânsito das cidades tocantinenses no dia a dia.

Os motoristas públicos também contaram que, aqueles que fazem reclamações começam a sofrer perseguições em seus ambientes de trabalho. Tudo isso, de acordo com a categoria, faz com que os motoristas tenham estresse elevado, o que contribui para a elevação dos riscos da atividade. “O valor das diárias é baixo e mesmo assim o governo não paga em dia – chegando em alguns casos, a 8 meses de atraso. Isto faz com que os motoristas não durmam direito e se alimentem mal”, disse um dos motoristas.

Depois de um dia de paralisação a categoria se reúne em assembleia geral na sede do SISEPE-TO para traçar novas estratégias de manifestação como forma de sensibilizar a governo a atender suas reivindicações.

Atuação do Sindicato

O SISEPE-TO já encaminhou diversos expedientes ao Governo do Estado cobrando a regularização do pagamento das diárias e informou a situação também ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Além disso, o Sindicato também encaminhou ao governador Sandoval Cardoso, um pedido de correção de R$ 32,83% no valor das diárias e proposta para que o valor da diária do motorista seja o mesmo do servidor com maior nível que está sendo transportado.

 

Da Ascom/SISEPE-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.