publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quinta, 14 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Entretenimento

STF rejeita recurso e permite pesquisas de filme erótico no Google

29/09/2014 23h36 | Atualizado em: 29/09/2014 23h56

Divulgação Com a decisão, o Google poderá continuar exibindo conteúdo relacionado a cenas do filme "Amor Estranho Amor", no qual Xuxa aparece em cenas sensuais com um adolescente

REDAÇÃO


O Supremo Tribunal Federal (STF) negou o pedido da apresentadora Xuxa Meneghel para impedir que o Google exiba em suas pesquisas resultados para expressões como “Xuxa pedófila”. 

A decisão é do ministro Celso de Mello, que alegou não encontrar questões constitucionais que pudessem reabrir a ação de 2010. Na época, o Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro proibiu a empresa de buscas na internet de exibir qualquer resultado quando a pesquisa fosse relacionada ao filme.

O Google recorreu e, em 2012, a decissão foi derrubada sob a alegação de que "um site de pesquisa não pode ser responsabilizado por conteúdos nem fiscalizar páginas de terceiros".

Com a decisão, a multinacional americana poderá continuar exibindo conteúdo
 relacionado a cenas do filme "Amor Estranho Amor", no qual ela aparece em cenas sensuais com um adolescente.

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.