publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 24 de outubro de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Produção de leite deve crescer 5% neste ano, estima governo do TO

O Tocantins está em 19º lugar no ranking nacional da produção de leite

06/11/2014 12h23 | Atualizado em: 06/11/2014 14h58

Divulgação / Marcio Vieira No ano passado, Tocantins produziu 280 milhões de litros de leite: previsão para este ano é de crescimento de 5%

Com expectativa de crescimento de 5% na produção de leite para este ano, o Tocantins tem se mostrado um estado promissor no cenário nacional. Os dados revelam que em 2012 foram produzidos mais de 269 milhões de litros de leite e em 2013 os números chegaram à casa de 280 milhões.

“Nós trabalhamos com três vertentes: uma foi à capacitação de produtores e técnicos; outra foi o programa de inseminação artificial, que beneficiou os pequenos produtores; e a terceira vertente foi a aquisição de 45 tanques de leite, que serão distribuídos em associações”, explica o
 diretor de fomento à agropecuária da Secretaria do Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro), José Américo Vasconcelos, o governo do Tocantins tem trabalhado diretamente para fortalecer a produção de leite no estado. 

Ainda de acordo com o diretor de fomento, o estado está em 19º lugar no ranking nacional da produção de leite e o mercado local tem mostrado grande potencial para crescimento. “O que observamos é que o mercado está em franca expansão no estado. Além do que é produzido e consumido aqui, o nosso produto também já está chegando ao mercado de outros estados”, apontou.

Inspeção e fiscalização

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec) é responsável por inspecionar e fiscalizar o leite e seus derivados com a finalidade de permitir que somente os melhores produtos lácteos cheguem à mesa do tocantinense, promovendo assim a saúde do consumidor.

A diretora de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal da Adapec, Leila Pessoa, conta como se dá a inspeção nos laticínios do Estado. “Com o aumento da produção leiteira, nós intensificamos a ações de fiscalização nos laticínios. Essa fiscalização acontece de forma periódica, aonde os nossos fiscais vão pelo menos uma vez ao mês para fazer o monitoramento desse leite, checando assim todos os parâmetros para que seja liberado para a produção”, explica.

 

Da ATN

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.