publicidade
publicidade
Max:36° Min:17°
Araguaína
Araguaína-TO, quarta, 22 de agosto de 2018
Siga a REDE TO

Destaques

Empresário Samuel Klein, fundador da Casas Bahia, morre aos 91 anos, em SP

20/11/2014 13h17 | Atualizado em: 20/11/2014 13h28

Divulgação Nascido em Lublin, na Polônia, e naturalizado brasileiro, Samuel Klein completou 91 anos no último dia 15

O empresário Samuel Klein, fundador da Casas Bahia, morreu nesta quinta-feira (20) de madrugada, vítima de insuficiência respiratória. O corpo está sendo velado no Cemitério Israelita do Butantã, onde será sepultado.

Nascido em Lublin, na Polônia, e naturalizado brasileiro, Samuel Klein completou 91 anos no último dia 15. Com uma trajetória de êxito nos negócios, o empresário trazia as marcas do passado de sobrevivente de um campo de concentração.

As 19 anos, ao lado do pai, Klein foi preso pelos nazistas. Ambos foram enviados para o campo de concentração de Maidanek, na Polônia. A mãe dele e cinco irmãos mais novos foram levados para o campo de extermínio de Treblinka, e o empresário nunca mais os viu.

Em 1944, Klein conseguiu fugir dos alemães e, quando acabou a guerra, foi para Munique. Depois, aventurou-se pela América do Sul, morando na Bolívia, antes de se fixar no Brasil. Ele chegou ao país, em 1952 e foi morar em São Caetano do Sul, já casado com Ana, com quem teve três filhos: Saul, Eva e Oscar, já falecido.

Foi em São Caetano que o empreendedor iniciou a venda de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, depois de atuar como mascate de roupas de cama, mesa e banho. No ano passado, o empresário registrou suas memórias no livro Samuel Klein e Casas Bahia – Uma Trajetória de Sucesso. Em sua quarta edição, exemplares do livro foram doados a todas as bibliotecas públicas e de escolas do ensino médio e fundamental do país.

Da Agência Brasil

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.