publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 24 de novembro de 2020
Siga a REDE TO

Esportes

Paratletas do Tocantins participam da festa de encerramento

28/11/2014 10h28 | Atualizado em: 28/11/2014 16h44

Divulgação / Paula Bittencourt Show de encerramento das Paralimpíadas foi com a banda paulista Zimbra

As Paralimpíadas Escolares 2014 terminaram em clima de confraternização na noite desta quinta-feira, 27, no Palácio das Convenções do Parque Anhembi, em São Paulo. Após dois dias de provas, os mais de mil alunos paratletas inscritos na competição se divertiram em jantar e show de música. A delegação do Tocantins marcou presença e festejou as sete medalhas conquistadas.

Os atletas do Estado finalizam a participação nas Paralimpíadas com a sensação de dever cumprido. Foram cinco medalhas de bronze, uma de prata, uma de ouro e um recorde quebrado no atletismo. A portuense Lorena Fonseca da Silva conquistou a melhor marca no arremesso de dardo F36, voltado a paratletas com comprometimento motor nos quatro membros. “Eu gostei muito de ter participado. Fiquei feliz”, disse a estudante que atingiu 8.34m na prova desta quinta.

Para a chefe da delegação do Tocantins na competição, Keilla Gonçalves, as Paralimpíadas são um celeiro de novos talentos e podem incentivar a prática esportiva entre os estudantes. “Ao voltarem para casa, os alunos vão acabar fomentando esse desejo em outros colegas e, assim, vamos incentivar o interesse e a participação de novos atletas”, afirmou.

Ainda de acordo com ela, o potencial do Tocantins nos esportes paralímpicos cresceu bastante no último ano e os resultados de 2014 são reflexo desta realidade. “No ano passado conquistamos três medalhas e tivemos nove paratletas inscritos. Desta vez, trouxemos 14 alunos e estamos levando para o Tocantins sete medalhas”, ressaltou.

Esporte e integração

Durante a Paralimpíadas Escolares, que tiveram início na última terça-feira, 25, os estudantes do Tocantins também tiveram a chance de trocar experiências com outros paratletas e fazer novas amizades. “Conheci gente de Minas, São Paulo, Distrito Federal, Santa Catarina e até do Reino Unido. Foi muito bom”, afirmou Daniel Ferreira, paratleta do atletismo.

De acordo com os estudantes, não faltaram oportunidades de conversar com colegas de outras delegações sobre o esporte paralímpico e a realidade que cada um vive em seu estado de origem. “Nunca tinha visto tanto paratleta junto. Pessoas humildes, todos se respeitam”, disse o mesatenista Gabriel Dias.

A estudante de Manaus/AM, Josiane Palucena, foi uma das novas amizades que os atletas do Tocantins fizeram durante a viagem. Para ela, a troca de experiências entre os grupos é fundamental. “É um bom incentivo para o nosso futuro no esporte. Espero levar essas novas amizades adiante”, afirmou.

Para a professora de Educação Física Gleice Souza Teixeira, a importância de participação dos estudantes nas Paralimpíadas vai além das competições. “Primeiro porque a viagem proporciona aos alunos saírem um pouco da dependência dos pais, principalmente em relação à dependência afetiva. Depois, porque eles percebem na competição que podem ir além se treinarem e se dedicarem. É uma injeção de estímulo para traçarem metas”, refletiu.

Medalhas

O Tocantins conquistou sete medalhas nas Paralimpíadas Escolares. No atletismo, Lorena Fonseca, da Escola Especial Mãe-Tia Eulina Braga, de Porto Nacional, ficou com o ouro no arremesso de dardo, prata no arremesso de peso e bronze nos 100 metros. Também conquistaram medalhas as alunas Rhailma Sousa, da Escola Especial Integração, de Palmas, e Akila Vitória Leite, da Escola Especial Colibri, de Dianópolis, que garantiram o terceiro lugar no arremesso de peso. No masculino, o bronze ficou com o estudante Marcos Rodrigues Viana, da Escola Especial São Francisco de Assis, de Gurupi, no arremesso de dardo; e com Felipe Barbosa Pereira, do Centro de Ensino Médio Bom Jesus , de Gurupi, no tênis de mesa.


 

Da Ascom/Seduc-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.