publicidade
publicidade
Araguaína-TO, domingo, 18 de agosto de 2019
Siga a REDE TO

Rede 190

Suspeito de envolvimento na morte de policial militar é transferido de Palmas para Araguaína: jovem foi preso em novembro em Goiânia

10/12/2014 21h02 | Atualizado em: 10/12/2014 21h52

Divulgação/SSP-TO Denis Silva França, de 22 anos, está preso na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Araguaína, à disposição do Judiciário

REDAÇÃO


Suspeito de envolvimento na morte do policial militar Dionedith de Oliveira Macedo
Denis Silva França, de 22 anos, preso em novembro, foi transferido na manhã desta quarta-feira, 10, da Casa de Prisão Provisória de Palmas para a CPP de Araguaína. O PM, que pertencia ao Comando de Operações Especiais (COE), e dois jovens morreram durante um tiroteio na madrugada do dia 28 de abril de 2013.

De acordo com a Polícia Civil (PC), o jovem foi submetido a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, levado para a unidade prisional, onde irá permanecer a disposição do Judiciário. O delegado Reginaldo Menezes Brito, que acompanhou a diligência, afirmou que o recambiamento do suspeito ocorreu dentro da normalidade e sem maiores problemas.

Denis foi detido no último dia 10 de novembro, em Goiânia (GO), depois que a Polícia Civil tocantinense encaminhou para a PC de Goiânia (GO) cópias do mandado de prisão expedido contra o jovem e fotos do suspeito. Ele foi capturado na casa dele, no setor Guanabara. Além de envolvimento na morte do PM, o jovem é suspeito de roubo e também teve a prisão decretada por conta desse crime. 

Relembre

O atentado contra o cabo Dionedith aconteceu na calçada de uma loja de produtos agropecuários na Avenida Cônego João Lima, no Entroncamento, em Araguaína. No episódio, outras duas pessoas morreram: Letícia Barros Lima, de 26 anos, e Kaio Miranda de Oliveira, de 19.

André Luís Pereira foi preso no dia 19 de maio do ano passado acusado de tramar a morte do PM. Conforme as investigações, ele contou com a ajuda de Denis. Ambos foram identificados a partir das imagens de câmeras de segurança da região onde aconteceu o tiroteio.  


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.