publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quinta, 14 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Rede 190

Jovem picha portão com ameaça a delegado da PC e vai preso no Tocantins

23/01/2015 16h05 | Atualizado em: 26/01/2015 17h41

Divulgação/SSP-TO Maurício Barbosa da Silva, de 18 anos, disse que está arrependido, pediu desculpas ao delegado e apagou a mensagem ameaçadora

REDAÇÃO


Um jovem foi preso suspeito de ameaçar de morte um delegado da Polícia Civil, em Tocantinópolis, no extremo-norte do Tocantins. Na manhã da última quarta-feira, 21, o portão do prédio onde funciona a Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher, Criança e Adolescente, amanheceu com o seguinte recado pichado: "Vai Morrer Dr. Thiago". 

De acordo com a polícia, a ameaça foi feita ao delegado regional Tiago Daniel de Moraes. O autor seria Maurício Barbosa da Silva, de 18 anos, detido em um hotel, no centro da cidade, nesta quinta-feira, 22. Além do recado deixado na delegacia, o jovem também teria pichado a Catedral Nossa Senhora da Consolação (foto ao lado), que é tombada por seu valor histórico e cultural, e outros 11 prédios particulares, e depredado os hidrômetros de oito casas. 

"Num primeiro instante, nós saímos em busca de imagens que pudessem identificar a pessoa e sem parar, fomos atrás de informações e conseguimos descobrir que a roupa utilizada por ele, era uma camisa branca com listras vermelhas e o objeto, que ele utilizou para as pichações, foi um spray dourado e um spray branco. A partir disso, conseguimos identificar o autor, bem como o local em que o mesmo se encontrava escondido e, após algum tempo, o indivíduo foi preso e confessou os crimes", explicou o delegado. 

Na delegacia, Maurício apontou onde estavam escondidos os sprays usados na pichação. O material foi apreendido. O suspeito disse que estava arrependido do que fez, que não tem nada contra o delegado e que jamais pensou em matá-lo. Ele relatou ainda que foi um "ato mpensado", fruto de uma noite de bebedeira com amigos, que tinham sido investigados pela autoridade policial e estavam descontentes com o trabalho de Tiago Daniel. 

Depois de se desculpar com o delegado, Maurício apagou o que havia pichado no portão da delegacia e foi levado para a cadeia pública do município, onde permanece preso. O jovem deve ser indiciado por 
ameaça, dano qualificado, pichação a edificação urbana e pichação a monumento histórico. 

Natural de Tocantinópolis, Maurício foi aprovado, recentemente, em um concurso para agente de saúde em Palmas. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.