publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 16 de janeiro de 2021
Siga a REDE TO

Municípios

Licitação para obras de parque será aberta em maio

17/04/2015 19h22 | Atualizado em: 17/04/2015 21h16

Divulgação Segundo a Prefeitura, para a construção do Parque Cimba, serão investidos R$ 2 milhões e 106 mil

Foi publicado no Diário Oficial de Araguaína desta quinta-feira, 16, o aviso de licitação para a escolha e contratação de empresa que irá construir o Parque Ecológico Urbano, o Parque Cimba, o Complexo Esportivo Beira Lago e o Centro de Acolhimento para Dependentes Químicos.

Parque Cimba

O Parque Cimba deverá ser construído em uma área com cerca de 200 mil metros quadrados, onde passa o Córrego Canindé. O projeto já foi aprovado pelo Ministério do Turismo, Caixa Econômica Federal, agora segue para licitação. O objetivo é fomentar um ponto de atração turística na cidade.

Estacionamento, calçada, pista para caminhada de 1.400 metros, ciclovia de 1.300 metros, equipamentos de ginástica e musculação (academia a céu aberto), pontos de descanso, uma praça para esportes radicais e bancos farão parte da estrutura do empreendimento.

O projeto prevê a construção ainda de mirante, ponte, anfiteatro, lanchonete, quadra poliesportiva, campo de futebol society, área de piquenique e playground para as crianças.

O investimento é de R$ 2 milhões e 106 mil. A licitação para o Parque Cimba será aberta na data provável de 19 de maio. 

Beira Lago

Com o objetivo de potencializar o desenvolvimento de atividades esportivas, deverá ser construído, em Araguaína, o Complexo Poliesportivo Beira Lago, antes denominado Parque Linear. O empreendimento ficará localizado na extensão final da Via Lago e, em uma área de 7.000 m², será construído o ginásio poliesportivo coberto (com arquibancadas, áreas administrativas, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa e depósito), academia ao ar livre, pistas de skate, arremesso de peso, salto em altura, caminhada, atletismo, além de estacionamento, ciclovia e quadra de tênis para práticas esportivas.

A estrutura contará também com piso intertravado, piso em concreto, bancos de concreto e lixeiras para coleta seletiva. A ciclovia, estacionamento e a pista de caminhada serão construídas em CBUQ de 3 cm. Para a implantação do complexo serão necessários recursos na ordem de R$ 3,5 milhões do Ministério dos Esportes, com contrapartida do Município no valor de R$ 140 mil. A abertura da licitação está prevista para 20 de maio.

Dependência química

Como parte das Políticas Públicas Restaurativas e Protetivas, a unidade de acolhimento para dependentes químicos de Araguaína deve receber 24 pessoas em estado de vulnerabilidade social, sendo 12 homens e 12 mulheres, com idade entre 18 e 60 anos. O Centro tem como intenção realizar ações de prevenção, educação, tratamento, intervenção, reinserção social e ocupacional dos usuários de drogas.

A casa contará com uma equipe multiprofissional para atendimento individual e grupal. O projeto receberá investimentos do Ministério da Justiça, na ordem de R$ 1 milhão, com contrapartida de R$ 42.595,43 da Prefeitura. A licitação para o centro de acolhimento será aberta na data provável de 5 de maio.

Com Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.