publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 17 de setembro de 2019
Siga a REDE TO

Municípios

Ministério Público investiga reforma de ginásio e afirma que valor de convênios com 34 entidades desportivas da capital é "exorbitante"

22/04/2015 17h24 | Atualizado em: 22/04/2015 17h56

Divulgação Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), empresa recebeu adiantado por obra de reforma do Ginásio Poliesportivo de Taquaruçu

REDAÇÃO


O Ministério Público Estadual (MPE) abriu dois procedimentos preparatórios para investigar supostas irregularidades na execução das obras de reforma de um ginásio, em Palmas, e no repasse de recursos a entidades esportivas da capital. 

Segundo o
 promotor Edson Azambuja, entre os pontos que serão investigados está o pagamento de R$ 701.257 à empresa MWW Construções Eireli antes da conclusão da obra de revitalização do Ginásio Poliesportivo de Taquaruçu. Os repasses foram feitos em quatro parcelas, entre agosto de 2014 e janeiro de 2015.


O Ministério Público pediu cópias do processo administrativo, do contrato celebrado com a construtora, do projeto executivo da obra, das planilhas orçamentárias e do cronograma de pagamento, bem como das notas dos pagamento efetuados à construtora. Além disso, foi solicitada a realização de perícia técnica preliminar na obra. 

O MPE também irá avaliar a aplicação dos recursos repassados pela Fundação Municipal do Esporte e Lazer a 34 entidades esportivas. A promotoria que saber se elas são formalmente constituídas, condição para que possam celebrar convênios com o poder público e receber dinheiro público. Ao todo, foram pagos R$ 7.106.169,90 a esses entes esportivos, entre os meses de maio e novembro de 2014. O valor é considerado “exorbitante” pelo Ministério Público. 

O promotor solicitou ao presidente da Fundação Municipal do Esporte e Lazer de Palmas, Cleyton Alen,
 que disponibilize vários documentos, como as cópias dos processos administrativos, das notas de pagamento e da ata de fundação de cada entidade esportiva. O material será analisado durante a fase investigativa.

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.