publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 11 de dezembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Em primeiro compromisso oficial como ministra no TO, Kátia Abreu lança Matopiba: região contará com área de 73 mi de hectares

13/05/2015 13h47 | Atualizado em: 13/05/2015 21h12

Divulgação/Elizeu Oliveira O Matopiba é considerado a nova fronteira agrícola brasileira e abrange os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia

Nesta quarta-feira, 13, o governador Marcelo Miranda (PMDB) e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, deram um importante passo para o desenvolvimento do agronegócio do Tocantins com o lançamento oficial da Região Matopiba e do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável da Região. Este foi o primeiro compromisso oficial de Kátia como ministra no estado. 

O Matopiba é considerado a nova fronteira agrícola brasileira e abrange os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. No último dia 06, a presidente Dilma Rousseff criou, por meio de decreto, o plano para alavancar o desenvolvimento dessa região.

As ações previstas no plano visam desenvolver infraestrutura para redução de custos de armazenagem, de estradas, ferrovias, hidrovias, portos, energia e aumentar a competitividade da região nos mercados nacional e internacional. Além de fortalecer e desenvolver a classe média do campo, promovendo a qualificação profissional, assistência técnica e extensão rural. Os instrumentos dizem respeito às imperfeições de mercado que colocam um limite à ascensão social dos agricultores da região.

A região conta com uma área de cerca de 73 milhões de hectares, 38% pertencentes ao estado do Tocantins. O Matobiba é responsável por 9,7% da produção de grãos prevista para o país na safra 2014/2015 e o Tocantins é grande destaque na capacidade de expansão.

A produção de grãos, na região, é a mais marcante nos quatro estados, e deve crescer 4,37% nesta safra em comparação com a safra 2013/2014, saltando de 7,322 milhões de hectares para 7,642 milhões de hectares, conforme as estimativas da Companhia Nacional do Abastecimento (Conab). O salto é de 18,107 milhões para 19,539 milhões de toneladas.

 

Com Secom/Governo do TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.