publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 27 de novembro de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Polícia Militar discute ações para combater criminalidade no TO

Órgãos de segurança participaram de reunião nesta quinta, 11, em Palmas

11/06/2015 20h21 | Atualizado em: 11/06/2015 20h30

Divulgação Polícia Militar apresentou as diretrizes para se firmar um termo de cooperação entre as entidades, que está previsto para ser assinado no próximo dia 18

Aconteceu nesta quinta-feira, 11, no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas, uma reunião em que estiveram presentes os representantes dos vários órgãos de segurança pública e afins das esferas federal, estadual e municipal como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Civil, Agência Municipal de Trânsito, Guarda Metropolitana, Exército Brasileiro, Marinha do Brasil, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Polícia Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Polícia Rodoviária Federal e ainda um representante das empresas de transporte alternativo do Tocantins.

O chefe do Estado Maior da PM, coronel Edvan de Jesus Silva, apresentou as diretrizes para se firmar um termo de cooperação entre as entidades, que está previsto para ser assinado no próximo dia 18. Segundo o coronel Edvan, o objetivo é desenvolver ações conjuntas e continuadas para que se tenha uma maior efetividade nos resultados de combate ao crime, integrando o trabalho dos diversos órgãos.

O comandante-geral da PM, coronel Glauber de Oliveira Santos, agradeceu o empenho dos representantes e afirmou que o aumento da sensação de segurança por parte do cidadão só será possível com a integralização das ações. “A soma dos esforços gera resultados muito mais promissores e a sociedade anseia por essa sinergia”, reforçou.

Já o secretário da Segurança Pública (SSP), César Simoni, disse que o encontro foi muito proveitoso e que o grupo de gestão integrada da segurança pública está buscando, em conjunto, implementar estratégias que possibilitem o ataque contínuo e sistemático à criminalidade. “Unidos temos mais forças para garantir a segurança da população tocantinense”, frisou.

A ideia é que esses encontros sejam recorrentes para traçar um planejamento que irá embasar as tomadas de decisões sobre como e quando acontecerão as ações. Tais ações serão focadas no combate à criminalidade e envolverão os órgãos mencionados anteriormente dentro de suas respectivas atribuições.

 

Com Secom/Governo do TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.