publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 17 de setembro de 2019
Siga a REDE TO

Educação

Para repor dias letivos perdidos com greve, aulas da rede estadual seguem até janeiro de 2016: escolas irão avaliar proposta da Seduc

04/09/2015 20h35 | Atualizado em: 04/09/2015 21h10

Divulgação/Seduc Reunião na Secretaria de Educação discutiu o novo calendário letivo da rede estadual de ensino

REDAÇÃO


A Secretaria de Educação do Tocantins divulgou nesta sexta-feira, 04, sugestão para o novo calendário letivo da rede estadual de ensino. De acordo com a Seduc, as escolas precisam repor 41 de dias de aula perdidos por causa da greve dos professores.

Pela proposta, o ano letivo de 2015 encerraria apenas no dia 25 de janeiro de 2016, com a inclusão de mais uma aula de 48 minutos todos os dias. 

No período matutino, as aulas começarão às 7h e terminarão às 11h51. No vespertino, as aulas terão início às 13h e serão encerradas às 17h58. Já na parte da noite, os alunos irão estudar das 18h50 às 22h50. O intervalo será reduzido de 15 para 10 minutos.

De acordo com a Seduc, a proposta de calendário será encaminhada para as Diretorias Regionais de Ensino e repassadas às escolas. Como nem todas elas aderiram à greve integralmente, ficará a cargo de cada unidade definir a melhor forma de repor as aulas.

Greve 

A greve durou quase três meses. Foram 83 dias parados e 37 dias letivos perdidos. Cerca de 200 mil alunos foram prejudicados. As aulas foram retomadas no último dia 31 depois que o Sintet aceitou a proposta feita pelo governo sobre várias reivindicações da categoria. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.