publicidade
Araguaína-TO, quinta, 02 de julho de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Tocantins registra queda de 79% em acidentes durante o feriado prolongado: PRF lavrou quase 400 autos de infração no período

09/09/2015 10h43 | Atualizado em: 09/09/2015 14h55

Divulgação Durante a operação, 1.441 veículos foram fiscalizados nos 1372 km de rodovias federais que cortam o Tocantins

REDAÇÃO


A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta quarta-feira, 09, o balanço final da Operação Independência no Tocantins. De acordo com a corporação, em razão do feriado de Nossa Senhora da Natividade, a mobilização da PRF se estendeu até a meia noite desta terça-feira, 08, nos 1372 km de rodovias federais que cortam o estado.

Neste ano, o foco foi o combate a infrações que motivam os acidentes de maior gravidade nas rodovias, como excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens em locais proibidos. As fiscalizações ocorreram em locais estratégicos, onde são registrados os maiores índices de acidentes.

Durante a operação, 1.441 veículos foram fiscalizados, 1.515 pessoas foram abordadas e 496 delas foram submetidas ao teste do bafômetro. Ao todo, a PRF lavrou 387 autos de infração de trânsito. Seis motoristas foram flagrados dirigindo alcoolizados, 16 transportando carga acima do permitido e 38 realizando ultrapassagens proibidas. 43 veículos em situação irregular foram apreendidos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o Tocantins registrou este ano queda de 79% no número de acidentes ocorridos no feriado. Em 2014, foram 24 acidentes. Em 2015, apenas cinco. Não houve registro de mortes. 

Para a PRF, a redução é "fruto de uma melhor conscientização do motorista, aliado à fiscalização de trânsito e recentes modificações legislativas, deixando a penalização mais pesada, como por exemplo, o aumento do valor da multa para a infração de ultrapassagem em local proibido de R$ 191,54 para R$ 957,70, podendo dobrar este valor em caso de reincidência".


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.