publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 24 de outubro de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Artistas tocantinenses mostram diversidade musical durante feira

22/09/2015 21h20 | Atualizado em: 22/09/2015 21h31

Divulgação/Manoel Júnior Acompanhado do seu violão e dos músicos Rafael e Luis Augusto, o cantor e compositor Demy cantou clássicos do sertanejo de raiz ao sertanejo universitário

Na tarde desta terça-feira, 22, o palco do Café Literário, espaço que une educação, arte e cultura no 9º Salão do Livro, foi marcado pela diversidade musical de artistas tocantinenses. Quem esteve no local pôde prestigiar canções do sertanejo de raiz à música popular brasileira.

Acompanhado do seu violão e dos músicos Rafael e Luis Augusto, o cantor e compositor Demy cantou clássicos do sertanejo de raiz ao sertanejo universitário. Natural de Miranorte, o artista começou sua carreira musical há mais de 10 anos. Entre composições autorais, como O Vencedor, composta em parceria com o músico Rael, Demy animou o público com sucessos nacionais.

Selecionado pela Secretaria Estadual da Cultura (Secult) para fazer parte da programação regional do Salão do Livro, é a primeira vez que o artista participa do evento. “Participar desse momento é uma realização para qualquer artista que desenvolve a cultura no Estado. Mais do que um espaço para o entretenimento, o Salão é uma vitrine para mostrar o nosso trabalho para pessoas de outras regiões”, afirma o músico.

Além do sertanejo, a música popular brasileira também teve sua vez no palco do Café Literário. Com a apresentação MPB Show, o cantor e compositor Lucimar Santos tocou o melhor da Bossa Nova e dos clássicos do samba. “Com mais de 40 anos de carreira espero contribuir de forma positiva para esse evento, trazendo um repertório com músicas de artistas como Djavan, João Bosco e João Gilberto”, destacou.

Natural de Filadélfia, norte do Tocantins, o artista tem um currículo vasto e carreira consolidada, que inclui shows nacionais e internacionais. Ele também ficou conhecido no cenário nacional após ter composições suas gravadas por intérpretes como Peninha, Chitãozinho e Xororó, Daniel e Milionário e José Rico.

Da Secom/Governo do TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.