publicidade
Araguaína-TO, sexta, 07 de agosto de 2020
Siga a REDE TO

Municípios

GMP comemora um ano de criação da Ronda Ostensiva

24/11/2015 23h11 | Atualizado em: 24/11/2015 23h15

Divulgação/Júnior Suzuki A Ronda Ostensiva de Monitoramento Urbano (Romu) é um destacamento especial da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP)

Criada com o foco no patrulhamento e proteção sistêmica dos espaços públicos municipais, e atuação em locais em que há maior incidência de criminalidade, como assaltos, furtos, uso e tráfico de drogas, dentre outros, a Ronda Ostensiva de Monitoramento Urbano (Romu), um destacamento especial da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), comemora um ano de atuação nesta quarta-feira, 25, com índices positivos.

A Romu é composta por integrantes da GMP que ao longo dos últimos anos receberam treinamento tático da polícia especializada americana, Swat, e desde que foi criada, tem realizado um trabalho incisivo com objetivo de promover a segurança dos cidadãos que frequentam os espaços públicos de uso coletivo.

O secretário municipal de Segurança e Defesa Civil, Francisco Viana, explica que as ações da Romu são planejadas com o foco de coibir crimes nos locais onde há maior incidência. “A atuação desse destacamento é norteada pelo planejamento através das estatísticas que apontam os índices de criminalidade na Capital”, frisa.

Dentre os resultados alcançados pela Romu neste período está a localização de dez veículos automotores furtados, apreensões por porte ilegal de armas, apreensões por porte de entorpecentes, apreensões por tráfico de entorpecentes, coerção a violência doméstica, entre outros.

Na rotina do destacamento estão a realização de operações especiais, como a ação intensiva nas praças da Capital e operação junto ao transporte coletivo, que já tem alcançado bons resultados como informa Viana. “Os índices da atividade criminal nas áreas públicas do município reduziram significativamente depois da criação da Romu, algo em torno de 70 a 80%. Essa equipe tem feito o diferencial, principalmente na coerção de delitos em áreas públicas, devolvendo às famílias os espaços que até então eram ocupados pela marginalidade”, reforça.

O investimento em qualificação também foi contínuo nesse período, sendo que os 18 GMPs que integram o destacamento participaram de técnicas de patrulhamento e abordagem realizado pela Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (ROTAM); curso de tiro tático, realizado na Associação do Clube de Tiro e Caça do Cerrado (ATCC), e preparação para uso de armamento. 

 

Da Secom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.