publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 30 de maio de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Declaração de vacina contra brucelose deve ser feita até dia 10

No primeiro semestre de 2015 foram vacinadas 415.025 bezerras bovinas

04/01/2016 15h20

Divulgação O Tocantins vem alcançando nos últimos anos índices de cobertura vacinal acima dos atingidos pelos outros estados da federação.

Com o fim do prazo para vacinação contra brucelose, em bezerras bovinas e bubalinas, de 3 a 8 meses de idade encerrado na última quinta-feira, 31, o produtor rural terá até o dia 10 de janeiro para declarar a vacina junto à Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), no escritório do órgão onde realiza a movimentação do rebanho.

Segundo a responsável técnica pelo Programa Estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PECEBT), Carolina Silveira Ozorio Ribeiro, o Decreto Estadual 860/99 permite que os produtores declarem a vacinação dos animais até dez dias após o fim da campanha, porém, quem deixar de vacinar pagará multa no valor de R$ 5,32 por animal e/ou R$ 127,69 pela não declaração. Além disso, a ficha de movimentação do rebanho ficará bloqueada para a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA) até a regularização.

É importante ressaltar que a vacinação contra a brucelose é obrigatória, e no Tocantins, as bovídeas entre 3 e 8 meses devem ser vacinadas com a vacina Cepa B19. Já o produtor que não declarar esta vacinação no prazo, deverá utilizar a vacina RB 51, que é autorizada para animais acima de oito meses, mediante autorização de compra feita pela Adapec. O procedimento de vacinação dos animais deve ser realizado por médico veterinário ou auxiliar de vacinador cadastrados na Agência, posteriormente, o produtor rural deverá apresentar a nota fiscal e o atestado de vacinação no escritório da Adapec.

A diretora de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal da Adapec, Regina Barbosa, disse que a expectativa da Agência é continuar batendo os recordes de vacinação contra brucelose nas fêmeas entre 3 e 8 meses de idade neste segundo semestre do ano. “Os produtores estão tomando consciência das perdas econômicas que esta doença traz e os riscos que ela causa à saúde humano, por isso, esperamos alcançar índices de cobertura vacinal acima de 90% como ocorreu no primeiro semestre”, ressaltou Regina.

Dados

No primeiro semestre de 2015 foram vacinadas 415.025 bezerras bovinas, alcançando 93,59% de índice vacinal. Já as bubalinas, das 523 em idade vacinal, 426 foram vacinadas. O Tocantins vem alcançando nos últimos anos índices de cobertura vacinal acima dos atingidos pelos outros estados da federação.

 

Da Secom/Governo do TO

Leia sobre: BrucelosePrazoTocantinsVacina
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.