publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 25 de novembro de 2020
Siga a REDE TO

De Tudo, um Pouco

O falsos curativos da saúde pública no Brasil

21/01/2016 20h10 | Atualizado em: 21/01/2016 20h16

Arquivo/Agência Brasil "O SUS é algo vergonhoso, com poucas ilhas de bom funcionamento, e não importa de qual Estado, Município ou Distrito estamos falando, ele é ruim de ponta a ponta"

Falar da Saúde Pública é falar das mentiras, dos gastos desnecessários, dos desvios de recursos, da má administração pelo Estado e do sofrimento do povo que por direito, deveria ser bem atendido.

O SUS é algo vergonhoso, com poucas ilhas de bom funcionamento, e não importa de qual Estado, Município ou Distrito estamos falando, ele é ruim de ponta a ponta e é utilizado pela máquina administrativa, como carro chefe de campanhas eleitorais, ao lado do Bolsa Família. Mesmo antes, o nosso sistema de saúde sempre foi desprezado e mal conduzido por outros governos, mas agora com o governo petista, “...nunca antes na história deste país...” ficou tão a desejar. O SUS está na UTI e sem chances de recuperação a curto prazo.

 Dilma Rousseff para ser reeleita, e para atender aos anseios do governo comunista Cubano, inventa um Programa chamado Mais Médicos e à partir disso, consegue enviar para Cuba, seu principal credor, bilhões de Reais anuais, enquanto aqui no Brasil nossa saúde está um caos. Não preciso mostrar imagens ou artigos escritos para este tema, já é domínio público as péssimas condições de nossos hospitais, postos de saúde, policlínicas...etc.

Também não preciso defender que a gestão dos hospitais, mesmo nos Estados da Federação, ainda que realizada por seu governador e gestores, é um reflexo do pouco dinheiro empregado na saúde, da má administração, e do pouco caso do Governo Federal. O SUS é federal, e a União é seu principal financiador, assim como ela tem a responsabilidade de criar normais, avaliar o funcionamento, e utilizar de instrumentos de controle, coisas que ela não faz por não ter interesse e por não dar votos, pois quando é para fazer funcionar o Programa Mais Médicos, Dilma Rousseff, através de seus fiscais, faz funcionar os convênios com os prefeitos das cidades mais distantes, os quais são responsáveis em dar moradia e auxilio alimentação aos médicos do Programa!

Ainda sobre este famigerado e mentiroso Programa, devo acrescentar que são trazidos médicos principalmente de Cuba (porque será?) sem a obrigação em realizar a prova de Revalida, que testa os conhecimentos médicos obrigatória para qualquer profissional formado no exterior. Porque para o Programa Mais Médicos isto não é obrigatório, será que todos são formados, são médicos e tem conhecimento científico o suficiente para cuidar dos brasileiros?! Ou seja, para a elite política que se consulta no Einstein em São Paulo, pagamos caro, mas para ao povão da fila do SUS, qualquer um serve! Isto não é discriminação?!

O pouco caso na gestão pública da saúde se vê ainda na tabela defasada há mais de dez anos! Uma consulta médica é paga ao clínico R$5,00 e ao especialista R$10,00, sem falar dos valores irreais destinados aos vários procedimentos hospitalares, o que faz ficar no vermelho aqueles que do SUS vivem! Os salários dos profissionais de saúde concursados não são diferentes, são aviltantes e poucos são os lugares que melhor pagam e quando pagam! Quem se atreveria sair de sua cidade natal, de sua família, para ir ao interior do Brasil por salários irrisórios?

Então, este é o quadro de nossa saúde e de seus curativos! Temos um sistema que pretende atender a todos, mas não atende bem a ninguém! Um sistema utilizado como máquina geradora de votos, e de pouca valia para quem realmente precisa. Um pouco caso generalizado dos gestores e políticos, que diga de passagem, não precisam de ali serem atendidos, e uma presidente que finge fazer pelo Brasil, mas que faz mais por seus amigos comunistas vizinhos!

 

Por Nelson Ferreira

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.