publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 09 de dezembro de 2019
Siga a REDE TO

Governo adia novamente desligamento de sinal de TV analógico

25/01/2016 17h54 | Atualizado em: 25/01/2016 17h59

Arquivo/Agência Brasil O desligamento do serviço analógico vai começar com projeto-piloto na cidade goiana de Rio Verde

O Ministério das Comunicações divulgou nesta segunda-feira (25) um cronograma de transição do sinal de TV analógico para o digital no Brasil. Segundo a portaria publicada no Diário Oficial da União, o desligamento do serviço analógico vai começar com projeto-piloto na cidade goiana de Rio Verde no dia 15 de fevereiro. Em outubro, Brasília e cidades do entorno do Distrito Federal vão fazer a transição.

No decorrer de 2017 será a vez de todas as capitais da Região Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória), além de Goiânia, Salvador, Recife e Fortaleza. Outras cidades do estado de São Paulo e do Nordeste passarão pela mudança no próximo ano.

Em 2018, a transição para o sinal de TV digital vai incluir as capitais e outras cidades das Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte, todo o interior dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. O Ministério das Comunicações vai publicar portarias com a relação dos demais municípios afetados pela transição para o sinal digital.

De acordo com o Ministério, a portaria faz um ajuste no cronograma de implantação da TV digital levando em consideração os grandes eventos que ocorrerão no país até 2018, como as Olimpíadas este ano e as eleições para presidente, daqui a dois anos.

A portaria determina aumento na divulgação que as redes de televisão terão de fazer para avisar os telespectadores sobre o desligamento. A campanha de alerta terá início um ano antes da data prevista para a transição em cada cidade.

O documento mantém como condição para o desligamento da TV analógica que 93% dos domicílios do município tenham garantida a recepção do sinal digital.

 

Da Agência Brasil

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.