publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quinta, 22 de abril de 2021
Siga a REDE TO

Estado

Depois de mais de um mês parados, profissionais da enfermagem decidem pelo fim da greve e retornam ao trabalho em hospitais do TO

07/03/2016 11h05 | Atualizado em: 17/03/2016 09h55

Divulgação/Aldemar Ribeiro Paralisação teve início no dia 2 de fevereiro deste ano e chegou ao fim após acordo cobre plantões extra e adicionais noturno e de insalubridade

Os profissionais da enfermagem que estavam em greve desde o dia 2 fevereiro retornaram as atividades normais nos hospitais públicos do Estado. Segundo o governo, a decisão foi tomada depois de várias reuniões realizadas com gestores da Secretaria da Administração, Secretaria da Saúde e uma que envolveu as três principais pastas, Secad, Saúde e Secretaria da Fazenda.

"O governo esteve e sempre estará aberto para conversar, mas tendo como premissa a ideia de que só com um estado forte, pujante e em crescimento é que teremos as condições necessárias para dar aos servidores e ao povo em geral a atenção que eles merecem, disse o secretário geral de Governo e Articulação Política, Lyvio Luciano Carneiro de Queiroz.

“O que podia ser feito de imediato, fizemos. As outras coisas serão conseguidas juntamente com os profissionais”, complementou o secretário de Saúde, Marcos Musafir.

Pagamento

O Governo do Estado já havia assumido o compromisso de pagar os plantões extras dos servidores da Saúde referentes a setembro de 2015 e também o pagamento do mês dos adicionais de insalubridade e noturno no próximo dia 13 de março. O impacto na folha de pagamento será de R$ 3,3 milhões.

Em cumprimento ao que foi acordado com as entidades classistas, representantes dos servidores, durante reunião que aconteceu na sede da Sesau, no dia 15 de fevereiro, o secretário da Administração, Geferson Barros, enviou ofício em resposta às reivindicações da categoria, sugerindo a formulação de um novo cronograma, a ser discutido em conjunto com os sindicatos até abril, quando será avaliada a evolução da receita frente às despesas correntes do Executivo, para aplicação a partir de maio.

Com Secom/Governo do TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.