publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 22 de outubro de 2021
Siga a REDE TO

Estado

3 acusados de roubar óticas são transferidos de SP e GO para o TO

Um dos presos é apontado pela polícia como chefe da quadrilha

03/06/2016 19h46 | Atualizado em: 03/06/2016 22h39

Divulgação Bruno Milhomens Rocha, Lucas da Conceição Ferreira Lima e Samir David Abdalla Júnior foram ouvidos e levados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas

Em audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira, 02, a Justiça acatou a manifestação do Ministério Público Estadual (MPE) e manteve as prisões preventivas de três acusados de fazer parte da quadrilha especializada em roubo de equipamentos oftalmológicos. Na última quarta-feira, 1, a Polícia Civil desencadeou a operação “Bartimeu” para cumprir o mandado de prisão contra cinco pessoas.

Bruno Milhomens Rocha, Lucas da Conceição Ferreira Lima e Samir David Abdalla Júnior foram ouvidos na 3ª Vara Criminal da Capital e encaminhados, ainda nesta quinta, para a Casa de Prisão Provisória de Palmas. Os três vieram transferidos dos Estados de Goiás e São Paulo, sendo Samir Abdalla apontado como chefe da quadrilha.

Nas investigações, a polícia constatou que Samir receptava o material roubado e comercializava os equipamentos como se fossem novos em uma empresa “fachada”, montada em São Paulo para revender os aparelhos oftalmológicos.

Durante a operação, foram presos em Palmas os outros dois integrantes, Rafael Moreno do Vale e Marcos Vinícius Fonseca Tavares.

 

Da Ascom/MPE-TO
 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.