publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 22 de janeiro de 2021
Siga a REDE TO

Internacional

Xerife diz que não há dúvidas de que jacaré matou menino em lago

15/06/2016 16h06 | Atualizado em: 15/06/2016 16h18

Divulgação A criança, de 2 anos, foi atacada em um lago que integra um dos complexos hoteleiros da Disney

As autoridades policiais do Condado de Orange, nos Estados Unidos (EUA), perderam a esperanças de encontrar vivo o menino arrastado nesta terça-feira (14) à noite por um jacaré em um lago que integra um dos complexos hoteleiros da Disney, perto da cidade de Orlando. O ataque do animal foi na beira do lago artificial Seven Seas, nas proximidades do Grand Floridian Resort & Spa.

Segundo o xerife do condado, Jerry Deming, "a situação é difícil" porque, após 15 horas de buscas no local, sem encontrar a criança, não há mais o que fazer. Deming disse que a Disney está fazendo tudo que pode para confortar a família.

Orlando é a cidade mais populosa de Orange, um dos 67 condados do estado americano da Flórida, onde fica o complexo turístico da Disney World. Para ajudar nas buscas, que foram feitas por equipes de mergulhadores, barcos e aviões, a Disney determinou nesta quarta-feira (15) o fechamento das sete praias frequentadas pelos turistas na área.

Ataque

O ataque do jacaré ocorreu por volta das 21h30 (22h30 de Brasília) de terça-feira. O pai do menino lutou desesperamente com o jacaré na esperança de resgatar a criança, mas não teve êxito. Os pais da criança e a irmã mais velha, que estavam nas proximidades do lago, viram o momento em que o jacaré arrastou o menino. A família, que é originária do estado de Nebraska, na região central dos Estados Unidos, estava em férias no local desde domingo (12).

 

Da Agência Brasil

Leia sobre: AtaqueCriançaDisneyJacaréJerry DemingPaísSeven Seas
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.