publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 10 de dezembro de 2019
Siga a REDE TO

Rede 190

Dois jovens são mortos em briga por causa de som alto em Araguaína

Três homens foram presos suspeitos de envolvimento com assassinatos

16/06/2016 17h25 | Atualizado em: 17/06/2016 17h23

Reprodução/Facebook Jordean Dias Santos, de 20 anos e Lourival Junior Marinho Coelho, de 25, foram mortos na noite desta quarta-feira, 15, em uma loja de conveniência, em Araguaína

REDAÇÃO


Dois jovens morreram esfaqueados na noite desta quarta-feira, 15, em uma loja de conveniência, em Araguaína, na região norte do Tocantins. O duplo homicídio foi registrado por volta das 21 horas, na Vila Piauí. As vítimas são Jordean Dias Santos, de 20 anos e Lourival Junior Marinho Coelho, de 25.

De acordo com testeminhas, um grupo de pessoas, entre elas Jordean e Lourival, estava na conveniência consumindo bebidas alcoólicas, cantando músicas e tocando violão, quando três homens chegaram ao estabelecimento em um carro.

O som do alto do veículo incomodou os clientes que tinham chegado antes à conveniência. Houve uma confusão entre o trio e o grupo de Jordean e Lourival.

O desentendimento evoluiu para agressão física. Na briga, Jordean, Lourival e um terceiro jovem, identificado como Luiz Carvalho dos Santos, de 24 anos, 
foram agredidos com garrafas de cerveja e facadas. Uma vítima morreu no local, a outra a caminho do Hospital Regional de Araguaína. Luiz foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o HRA, onde permanece internado.

Depois do duplo homicídio e da tentativa de assassinato, os suspeitos fugiram. O carro onde estava o trio foi abordado por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-153, saída para Nova Olinda. O veículo estava manchado de sangue e o motorista dirigia embriagado. 


Os três suspeitos, Daniel da Silva (35 anos), Rone Macena Reis (30) e Dione Macena Reis (26) foram presos e levados para a Delegacia de Plantão. Dois deles confirmaram ter envolvimento com a briga, mas negaram os homicídios. O trio foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória (CPP) da cidade.

Os corpos de Jordean e Lourival foram examinados no Instituto Médico Legal (IML) e liberados nesta quinta-feira, 16, para sepultamento. 

A Polícia Civil (PC) informou que abriu inquérito para investigar o caso. Testemunhas serão chamados para depor. O objetivo é identificar quem participou da briga e os motivos da confusão. A prisão preventiva dos suspeitos deve ser solicitada pela autoridade policial. 

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.