publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 20 de abril de 2021
Siga a REDE TO

Municípios

Júri condena homem que matou companheira a facadas

20/06/2016 19h44 | Atualizado em: 20/06/2016 19h54

Ilustração Maria Divino Carneiro de Souza foi morta pelo companheiro, Wanderson Diones Moraes de Sousa, em abril do ano passado

Wanderson Diones Moraes de Sousa, 25, foi condenado nesta segunda-feira (20/6), pelo Tribunal do Júri em Cristalândia, pelo crime de feminicídio. O juiz Wellington Magalhães fixou a pena em 20 anos de reclusão e pagamento de indenização de R$ 50 mil aos herdeiros da vítima. O julgamento foi parte da pauta da 1ª Temporada do Júri de 2016 da Comarca de Cristalândia. Esta foi a primeira sentença condenatória por este tipo de crime na cidade.

A denúncia, feita pelo Ministério Público no dia 24 de abril de 2015, descreve que, no dia 12 de abril daquele ano, na cidade de Lagoa da Confusão, “agindo com vontade e determinação de matar, por motivo fútil, contra a mulher por razões de sexo feminino”, o acusado desferiu diversos golpes de faca contra sua companheira, Maria Divino Carneiro de Souza, causando-lhe a morte.

Ainda segundo o Ministério Público, o denunciado puxou a orelha do filho da vítima, que o levou imediatamente à casa da avó, impedindo que a criança fosse maltratada. Essa atitude causou descontentamento em Wanderson, que passou a agredir a mulher com socos, puxões de cabelo e diversos golpes de faca, inclusive na região das costas.

O réu foi pronunciado no dia 27 de abril de 2015, e, após o trâmite legal, com direito a ampla defesa, o processo foi incluído no dia 29 de março na pauta da 1ª Temporada do Júri de 2016 da Comarca de Cristalândia.

A 1ª Temporada do Júri daquela Comarca prevê ainda julgamentos para os dias 21, 22, 27 e 28/6 e 04 de julho.

Da Cecom/TJ-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.