publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 23 de janeiro de 2021
Siga a REDE TO

Estado

Ex-jogador suspeito de estuprar jovens é preso em Couto Magalhães

Jobson, ex-jogador do Botafogo, foi detido na chácara dele, nesta quinta

23/06/2016 16h54 | Atualizado em: 24/06/2016 22h18

Úrsula Nery/Agência FERJ Ex-jogador Jobson, de 28 anos, foi preso nesta quinta-feira, 23, na chácara dele, no município de Couto Magalhães, região oeste do Tocantins

REDAÇÃO


Ex-jogador do Botafogo, Jobson Leandro Pereira de Oliveira,
 de 28 anos, foi preso nesta quinta-feira, 23, em Couto Magalhães, na região oeste do Tocantins, suspeito de estuprar quatro adolescentes, em Conceição do Araguaia, no sudeste do Pará.

De acordo com a Polícia Civil (PC) paraense, o atleta começou a ser investigado há uma semana, quando uma das supostas vítimas, de 13 anos, denunciou a divulgação, através de grupos no WhatsApp, de fotos eróticas dela com Jobson. A adolescente e outras três jovens teriam sido aliciadas pelo jogador e levadas para uma chácara de propriedade do suspeito em Couto Magalhães. As vítimas alegam que foram embriagadas e, em seguida, abusadas sexualmente. 


"Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares. São quatro adolescentes, uma vai completar 13 anos, a outra já tem 13 anos completos e as outras duas têm 14 anos completos", explicou o delegado Rodrigo da Motta.

As quatro menores foram submetidas a exames periciais e atendimentos médicos. O resultado comprovou que houve conjunção carnal com duas adolescentes, de 12 e 13 anos. As outras duas disseram à polícia que apesar de terem consentido com as relações sexuais, estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e drogas colocadas na bebida. Uma das jovens disse que o atleta a ameaçou de morte quanto ela disse que iria denunciar o caso. 


Com base nos indícios colhidos durante o inquérito, a polícia pediu a prisão preventiva de Jobson. O mandado foi expedido pelo juiz da Comarca de Conceição do Araguaia, Marcos Paulo Sousa Campelo, e cumprido na manhã desta quinta. O jogador não ofereceu resistência. Ele foi levado para a delegacia do município paraense e, depois de prestar depoimento, deve ser encaminhado para o presídio local.

Conhecido por se envolver em polêmicas, Jobson está suspenso pela Fifa e não pode realizar qualquer atividade relacionada ao futebol até 31 de março de 2018. 

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.