publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 20 de abril de 2021
Siga a REDE TO

Municípios

Arraiá da Capital movimenta economia em Palmas

27/06/2016 16h43 | Atualizado em: 27/06/2016 18h54

Divulgação/Júnior Suzuki Na Vila dos Sabores, 21 barracas de comida típicas decoradas embelezavam a festa

Depois de quatro dias de muita festa, o Arraiá da Capital trouxe diversidade de cores, ritmos e sabores na Vila Olímpica. Encerrado neste domingo, 26, a festa junina do Estado movimentou a economia local, provou que cresceu e se fortaleceu, profissionalizando a tradição cultural de Palmas.

Na Vila dos Sabores, 21 barracas de comida típicas decoradas embelezavam a festa. Dessas, 16 foram selecionados através de edital da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem), e receberam, além da estrutura, capacitação em qualidade no atendimento e boas práticas na manipulação de alimentos.

Cícero José Silva comercializou Carne na Chapa e contou que estava muito feliz com o resultado desta edição. Segundo ele, mais de 40 quilos de carne foram utilizados para compor os pratos por dia durante a festa. "Esse ano foi muito melhor que o do ano passado e vou tentar participar de novo do sorteio na próxima edição".

Com a pipoqueira decorada com bonecas de pano e fantasiada como dançarina de quadrilha profissional, a Maria Madalena de Oliveira, chamava a atenção de quem circulava pela Vila dos Sabores. "Participei de todas as edições desta festa e essa foi a que mais vendi", comemora.

As delícias do milho foram o grande sucesso na Vila dos Sabores e eram as especialidades da Tânia Regina Santos da Silva que já é veterana no Arraiá. Pratos como pamonha, canjica, caldo, bolinho frito de milho foram motivos de filas na barraca. Ela disse que valeu a pena todo esforço, "muito trabalho para garantir o melhor até, se for preciso, às 4h da manhã".

Do lado de fora do circuito, dona Elizete Pereira Rocha vendeu durante os quatro dias de Arraiá, em torno de 200 sanduíches. "Apesar de muita gente procurar as comidas de dentro do Circuito, a gente consegue vender também aqui fora com as entradas e saídas das pessoas", contou a comerciante.

 

Da Secom/Prefeitura 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.