publicidade
publicidade
Max:31° Min:16°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 23 de junho de 2018
Siga a REDE TO

Rede 190

Polícia investiga morte de fotógrafo durante assalto a loja no centro de Gurupi

02/08/2016 15h19 | Atualizado em: 08/08/2016 11h35

Foto 1: Reprodução/Facebook; Foto: Reprodução/WhatsApp O fotógrafo Cláudio Frascaria, de 40 anos, foi morto com um tiro nas costas, durante um assalto a uma loja, em Gurupi, nesta segunda-feira, 1º

REDAÇÃO


Foi enterrado na manhã desta terça-feira, 02, no cemitério São José, em Gurupi, na região sul do Tocantins, o corpo do fotógrafo Cláudio Frascari, de 40 anos, morto durante um assalto na tarde desta segunda-feira, 1º, no centro da cidade. 

O latrocínio está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Gurupi. A delegada do caso, Lucélia Marques, e sua equipe, estiveram na manhã desta terça, na loja onde o fotógrafo foi morto. Os agentes apreenderam no local, uma bolsa que pertenceria ao casal de suspeitos e que teria sido usada para guardar a arma do crime. 

A polícia está ouvindo testemunhas e apurando informações que ajudem a identificar os assaltantes. Como as imagens das câmeras de segurança da loja foram levadas pelos criminosos, a delegada pretende solicitar os registros feitos pelos equipamentos de vigilância de outros estabelecimentos da região. Até a conclusão deste texto, nenhum dos suspeitos havia sido preso ou identificado. 

O crime

O crime ocorreu por volta das 17 horas desta segunda, em uma loja de roupas no centro de Gurupi. O casal, bem vestido, entrou no estabelecimento e, logo em seguida, anunciou o assalto. Os suspeitos renderam clientes e funcionários, e exigiram dinheiro. Como não conseguiram nenhuma quantia, os criminosos decidiram roubar os celulares das vítimas e peças de roupa.

Em um determinado momento, o alarme do estabelecimento foi acionado, Cláudio Frascari, um dos clientes, deixou a carteira cair e ao se abaixar para pegá-la, foi atingido com um tiro nas costas. O fotógrafo morreu no local. O casal fugiu levando roupas e pertences das vítimas. 

O latrocínio causou revolta e indignação em Gurupi. No Facebook, amigos de Frascari criticaram a falta de segurança no município e pediram justiça. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.