publicidade
publicidade
Araguaína-TO, domingo, 25 de outubro de 2020
Siga a REDE TO

Rede 190

Funcionário de empresa de ônibus é preso em flagrante em Gurupi

15/08/2016 18h07 | Atualizado em: 15/08/2016 18h17

Divulgação Aleandro Oliveira Pinto, 25 anos, estava sendo investigado há mais de dois meses

No final da manhã desta segunda-feira, 15, policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) apreenderam, em Gurupi, na região sul do Tocantins, 3kg de maconha, além de porções de cocaína e LSD. A droga estava em poder de Aleandro Oliveira Pinto, 25 anos, que foi preso, em flagrante, por tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Rafael Fortes Falcão, que coordenou a operação, Aleandro trabalhava em uma empresa de ônibus localizada na rodoviária de Gurupi e já era investigado pela Deic, há mais de dois meses devido a fortes indícios de que o mesmo traficava drogas na cidade. Durante os trabalhos investigativos, a Polícia Civil apurou também que Aleandro, aproveitava da posição que ocupava no terminal rodoviário para informar facções criminosas a respeito de operações policiais naquele local.

Por meio de uma ininterrupta investigação, os policiais civis da Deic descobriram que Aleandro realizava o tráfico de drogas na cidade, utilizando-se de adolescentes para fazer a distribuição do entorpecente. Em razão disso, nessa segunda-feira, os policiais civis deslocaram-se até o setor Sol Nascente e, após efetuar buscas nas casas de Aleandro e de duas adolescentes, foram encontrados 3kg de maconha divididos em diversas porções.

Ainda durante as buscas, os agentes localizaram algumas porções de cocaína, sete micro-pontos de LSD, duas balanças de precisão, filme plástico para embalar o entorpecente e dinheiro.

Aleandro e as duas adolescentes foram encaminhados à sede da Deic, onde o indivíduo foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e, depois, recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

O delegado também lavrou dois Boletins de Ocorrência Circunstanciados (BOC) pela prática de ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas em desfavor das duas menores. Na sequência, elas foram entregues às suas respectivas famílias.  

 

Com Secom/Governo do TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.