publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 26 de maio de 2020
Siga a REDE TO

Municípios

Ministério Público cobra da prefeitura reparos em ponte na zona rural

27/10/2016 21h26 | Atualizado em: 27/10/2016 21h33

Reprodução/TV Anhanguera Município deve realizar reparos que impeçam o desabamento da ponte de madeira situada no Povoado Gurguéia

O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou ao Município de Araguaína que adote medidas, em caráter emergencial, no sentido realizar reparos que impeçam o desabamento da ponte de madeira situada no Povoado Gurguéia, bem como alternativas que garantam a segurança dos moradores que dependem da rota. No documento, expedido no último dia 25, também ficou estipulado o prazo de 10 dias para que os responsáveis encaminhem respostas sobre o cumprimento da recomendação.

A atuação do MPE, por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Araguaína, foi necessária após o recebimento de informações da Associação de Moradores do Setor Barra da Grota sobre o iminente desabamento da referida ponte.

De acordo a recomendação, ao ser informada sobre a intervenção ministerial, a Secretaria de Infraestrutura reconheceu os problemas na estrutura da ponte, mas limitou-se a fixar, nas margens da estrada que liga o Povoado ao setor Barra da Grota, placas informativas alertando sobre o limite máximo de peso dos veículos que por lá podem trafegar. Todavia, a Promotora de Justiça Araína Cesárea Ferreira dos Santos D'Alessandro destaca que a adoção de medidas preventivas e corretivas eficazes são essenciais para impedir a ocorrência de um desastre, sugerindo inclusive que haja interdição do local até que as ações sejam realizadas.

 

Da Ascom/MPE-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.