publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 23 de setembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Governador lança 2ª etapa de vacinação contra febre aftosa

Campanha segue até 30 de novembro e pretende imunizar 4 mi de animais

07/11/2016 18h22 | Atualizado em: 07/11/2016 18h27

Divulgação/Elizeu Oliveira Solenidade aconteceu na Fazenda Camarinha, no município de Jaú do Tocantins

Atualmente, o Tocantins conta com um rebanho de cerca de 8,5 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos). Destes, aproximadamente 4 milhões deverão ser imunizados na segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, lançada pelo governador Marcelo Miranda, na manhã deste sábado, 05, na Fazenda Camarinha, no município de Jaú do Tocantins. Durante a solenidade, também foram entregues sete veículos que irão auxiliar ainda mais o setor de defesa agropecuária em todo o Estado.

Esta etapa da campanha de vacinação teve início no dia 1º de novembro e segue até o dia 30. Desde 2009, conforme autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), são vacinados os animais de até 24 meses de idade, declarados em maio. Na primeira etapa da campanha, que ocorreu de 1º a 31 maio deste ano, a vacinação atingiu mais de 99% do rebanho.

De acordo com o governador Marcelo Miranda (PMDB) esses resultados positivos são frutos do trabalho do governo e criadores. “Conquistamos o reconhecimento de área livre da aftosa, da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), graças ao empenho de todos, à seriedade, ao compromisso e responsabilidade dos nossos criadores e das nossas equipes técnicas. Já são quase vinte anos de status de área livre da aftosa com vacinação”, enfatizou.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo destacou as expectativas com os resultados da vacinação. "A segunda etapa da vacinação é o fechamento anual da imunização do rebanho. Tenho certeza de que o sucesso da primeira etapa vai voltar a se repetir, porque é de interesse de todos nós, especialmente dos produtores, que nossa carne continue alcançando novos mercados internacionais", pontuou.

O superintendente Federal da Agricultura, Rodrigo Guerra, destacou a importância da vacinação para a garantia da sanidade dos animais. Ele fez uma previsão positiva para o setor. "A previsão é de que em 2020 paremos com a vacinação. Graças às parcerias firmadas entre o Governo do Estado, Governo Federal e os produtores rurais estamos avançando cada vez mais para nos tornarmos um estado livre da aftosa sem vacinação", reforçou.

Veículos

Com investimento de R$ 2,1 milhões, oriundos de convênio firmado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), sendo R$ 105,7 mil de contrapartida do Governo do Estado, foram entregues, à Adapec, sete veículos para suporte às ações de defesa agropecuária realizadas em todo o Estado, além de materiais de consumo como pneus, termômetro digital, entre outros.

Autorização para vacinação

Desde o dia 1º de novembro, os produtores já estão autorizados a comprar a vacina nos estabelecimentos credenciados pela Adapec. Após a compra, o produtor rural tem até 10 dias para declarar o ato na Agência de Defesa Agropecuária, onde sua ficha cadastral é movimentada, munido da nota fiscal da compra da vacina e a carta-aviso preenchida corretamente, com todos os dados dos rebanhos existentes na propriedade. Mesmo que o produtor rural não tenha animal na idade vacinal citada terá que atualizar a sua ficha cadastral na Adapec.

Para o produtor rural que deixar de vacinar o rebanho a multa é R$ 5,32 por cabeça e R$ 127,69 por propriedade não declarada. Além disso, fica impedido de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA), documento obrigatório para acompanhar os animais comercializados ou movimentados da propriedade.

Exportação

Com o status de zona livre da aftosa com vacinação, conquistado há 19 anos, os produtores tocantinenses têm conseguido fazer com que a carne produzida no Estado chegue a mais de uma centena de países. Em 2015, a venda do produto para o mercado externo alcançou 50 mil toneladas. As exportações tocantinenses são feitas principalmente para a Rússia, Egito, China (Hong Kong), Irã, Iraque, Argélia, Emirados Árabes, Líbia, Venezuela, entre outros.

 

Com Secom/Governo do TO
 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.