publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 03 de dezembro de 2021
Siga a REDE TO

Educação

Cerca de 42 mil alunos passam por avaliação de aprendizagem no TO

Estudantes de mais de 500 escolas estaduais estão sendo avaliados

16/12/2016 23h47 | Atualizado em: 18/12/2016 13h24

Divulgação O exame tem como objetivo avaliar a qualidade do ensino e da aprendizagem na educação básica pública

Os estudantes da rede estadual tocantinense, matriculados nas turmas de 5º e 9º ano do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio, estão respondendo as provas do Sistema de Avaliação da Aprendizagem Permanente do Estado do Tocantins (SisApto) nesta primeira quinzena de dezembro. O exame realizado pela Secretaria de Estado da Educação Juventude e Esportes (Seduc) tem como objetivo avaliar a qualidade do ensino e da aprendizagem na educação básica pública com vistas à melhoria dos indicadores educacionais no Estado.

Cerca de 42 mil estudantes das 515 escolas estaduais estão sendo avaliados nas disciplinas de língua portuguesa, matemática, ciências, geografia, biologia, química e física. Os testes que compõem a avaliação são elaborados pela equipe de Avaliação da Aprendizagem da Seduc que ainda acompanha as escolas na inserção dos resultados no Sistema de Gerenciamento Escolar (SGE). A aplicação acontece em dois dias em cada escola e é supervisionada pelas Diretorias Regionais de Educação (DREs) e pelos técnicos da Gerência de Avaliação da Aprendizagem da Seduc.

Segundo a gestora da Seduc, professora Wanessa Sechim, o SisApto produz um diagnóstico que permite reavaliar o processo ensino aprendizagem na rede estadual de ensino. “A partir da análise dos dados apontados pelo SisApto, as escolas, orientadas pelas Regionais, pautarão o planejamento das ações pedagógicas do próximo ano, realinhando os conteúdos a fim de progredir na qualidade dos métodos de ensino com foco na melhoria contínua da aprendizagem na educação básica”, frisa a professora Wanessa.

Adesão das escolas municipais

Pensando em contribuir também para o aprimoramento do processo ensino aprendizagem na rede municipal, a Seduc disponibilizou mais uma vez as provas do SisApto para que as secretarias municipais de educação possam avaliar seus estudantes.

De acordo com o setor de Avaliação da Aprendizagem da Seduc, a adesão neste ano superou a dos anos anteriores. Em 2016 cerca de 90% das unidades educacionais municipais manifestaram interesse em aplicar os exames do SisApto.

Aplicação nas Regionais

A Escola Paroquial Cristo Rei, localizada em Tocantinópolis, aplicou a avaliação para estudantes do ensino fundamental e médio. A coordenadora pedagógica da unidade escolar, Maria da Glória Costa Moura, destaca a relevância do exame. “É uma forma de verificar o nível de conhecimento dos educandos e averiguar quais foram os pontos favoráveis e onde é necessário fazer intervenções para sanar as dificuldades encontradas”, enfatiza.

O estudante Abraão Ferreira de Melo, aluno do 9º ano, acredita que o SisApto é uma forma de mensurar o que foi aprendido durante o ano letivo. “Fiz a prova com tranquilidade, pois as questões foram baseadas no conteúdo que aprendemos neste ano. Achei importante essa prova, porque não é um teste valendo nota, mas uma prova que vai nos mostrar se aprendemos o suficiente”, relata.

Para a diretora regional de Dianópolis, Jane de Cássia Maciel, o SisApto é uma ferramenta que possibilita também a autoavaliação dos processos pedagógicos da escola. “Acreditamos que o desempenho dos estudantes da nossa regional será satisfatório. Ainda assim, após a compilação dos dados, as escolas poderão utilizar os resultados para reavaliar suas estratégias com foco no sucesso do aluno e a DRE dará todo o apoio nesse sentido”, pondera.

Planejamento 2017

Antes de iniciar o ano letivo de 2017, previsto para o dia 23 de janeiro, os professores das 515 escolas da rede estadual retornarão ao trabalho para realizar o planejamento das aulas no período de 16 a 20 de janeiro. Na oportunidade, os resultados das provas do SisApto serão utilizados para subsidiar os educadores para traçar as estratégias visando à melhoria da aprendizagem.

Para o diretor regional de Educação de Araguatins, Paulon Miranda Labre Rodrigues, por meio da análise do SisApto “será possível detectar as potencialidades e as fragilidades de cada etapa do ensino e, com base nesse panorama, construir um planejamento que verdadeiramente traga resultados positivos a curto e longo prazo, e que tenha reflexos efetivos na qualidade do ensino.”

 

Da Secom/Governo do TO  

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.