publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 30 de maio de 2020
Siga a REDE TO

Municípios

Casos de virose se multiplicam com mudança no clima em Palmas

14/03/2017 14h45 | Atualizado em: 14/03/2017 14h53

Arquivo/Agência Brasil Tanto crianças quanto adultos vêm sofrendo com doenças devido à mudança brusca no clima

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) registrou aumento de quase três vezes mais no atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), nas últimas semanas. Tanto crianças quanto adultos vêm sofrendo com doenças devido à mudança brusca no clima, como as viroses respiratórias que costumam ser confundidas com gripe e resfriado.

Segundo o médico e plantonista de emergência da UPA Norte, Edson Pedrosa, a transmissão ocorre pelo ar, sendo que algumas delas por vetores, como o da dengue. “A virose que é confundida com a dengue é respiratória e causa febre, dor no corpo, coriza ou obstrução nasal, sendo um resfriado comum”, explica acrescentando que é difícil a dengue causar coriza.

O médico destaca que centenas de vírus são responsáveis pelo resfriado. “Um grupo de vírus denominado rinovírus responde por cerca de 40% de todos os resfriados em adultos. Os sintomas típicos incluem espirro, secreção e congestão nasal excessiva e geralmente, não há febre”, alerta.

A gastroenterite, ou seja, a enfermidade que prejudica o trato digestivo, causando diarreia, vômito, dores no corpo e abdominais levam ainda a febre. Pode ser provocada por vírus, bactérias e parasitas, que são transmitidos pelo ar, pela mão em contato com a boca e por intoxicação alimentar.

De acordo com o especialista, na maioria das vezes, as doenças causadas por vírus duram de três a sete dias, mas podem apresentar sinais de melhora a partir de 48 ou 72 horas. “O primeiro atendimento médico deve acontecer nas unidades básicas de saúde onde o paciente recebe os primeiros cuidados e orientações necessárias para melhora em menor tempo. E em alguns casos quando se torna grave o estado de saúde, o paciente será encaminhado para UPA”, ressalta o médico.

Como Prevenir e Tratar

- Mantenha o corpo sempre hidratado para se precaver contra a desidratação;

- Evite frequentar unidades de saúde em períodos de epidemia sem que esteja doente ou que seja realmente necessário;

- Não tome água ou compre alimentos sem saber a sua procedência;

- Tome cuidado ao se alimentar. Quando viajar para algum lugar ou quando for comer fora de casa, procure um restaurante, bar ou qualquer outro estabelecimento que seja conhecido e confiável;

- Beba somente água mineral ou previamente fervida;

- Lave sempre as mãos, principalmente antes das refeições e depois de ir ao banheiro;

- Lave bem os alimentos antes de prepará-los para comer.

 

Com Secom/Prefeitura

Leia sobre: DicasEdson PedrosaGripeOrientaçõesPalmasSaúdeTocantinsVirose
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.