publicidade
publicidade
Araguaína-TO, Wednesday, 10 de August de 2022
Siga a REDE TO

Rede 190

Quadrilha é detida após assaltar agência dos Correios no Tocantins

Grupo foi preso após roubar a agência dos Correios de Bernardo Sayão

17/03/2017 09h55 | Atualizado em: 20/03/2017 10h00

Fotos: Divulgação/SSP-TO Polícia acusa Lucas Francisco Veras da Silva, Leandro Lopes da Silva e Gilmar Alves de Sousa de fazerem parte de uma quadrilha especializada em roubos a instituições financeiras

REDAÇÃO
 

Três homens foram presos e um adolescente apreendido, na tarde desta quinta-feira, 16, suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubos a bancos e agências dos Correios que atuava na região norte do Tocantins. A última ação do grupo aconteceu no município de Bernardo Sayão.

De acordo com a delegada Olodes Maria Oliveira Freitas, da 7ª Delegacia Regional de Colinas do Tocantins, a organização criminosa vinha sendo investigada pela Polícia Civil há pelo menos dois meses. “Por meio de um intenso trabalho de investigação, conseguimos identificar alguns integrantes da associação criminosa e estávamos monitorando as atividades do grupo, quando obtivemos informações de que o bando poderia praticar um assalto a uma instituição financeira da região. Dessa maneira, mobilizamos nossas equipes e com apoio da Polícia Militar, conseguindo interceptar os criminosos poucos minutos após os mesmos cometerem um assalto aos Correios de Bernardo Sayão”, explicou.


O roubo a agência aconteceu no fim da manhã desta quinta. Depois do crime, a quadrilha fugiu em um carro de passeio, mas foi localizada e perseguida pela polícia. Na ação, os bandidos chegaram a atirar contra os agentes da PC, contudo, resolveram se entregar ao perceberem que estavam encurralados.

Além do menor, foram presos Lucas Francisco Veras da Silva (22 anos), Leandro Lopes da Silva (19) e Gilmar Alves de Sousa (25). Com eles, a polícia apreendeu dois revólveres calibre 38, 14 munições intactas do mesmo calibre, jóias, vários maços de cigarro e R$ 1mil reais roubados dos Correios de Bernardo Sayão.

Lucas, Leandro e Gilmar foram levados para a Delegacia de Colinas e autuados por roubo, associação criminosa e corrupção de menor. Já o adolescente foi indiciado por ato infracional análogo ao crime de roubo e entregue aos cuidados da Vara da Infância e Juventude. 

Após prestarem depoimento, os três suspeitos maiores foram encaminhados para a Cadeia Pública de Colinas, onde permanecem presos. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.