publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 21 de outubro de 2019
Siga a REDE TO

Rede 190

Homem morre baleado após reagir a assalto em UBS de Araguaína

O crime aconteceu na quinta-feira, 23, na unidade do setor São Miguel

23/03/2017 15h21 | Atualizado em: 26/03/2017 16h55

Divulgação Edilson Torres da Silva, de 43 anos, tentou recuperar a arma da vigilante da unidade, mas acabou baleado com dois tiros na cabeça

REDAÇÃO
 

Um homem morreu durante um assalto a uma Unidade Básica de Saúde, no fim da manhã desta quinta-feira, 23, em Araguaína, na região norte do Tocantins. O crime aconteceu por volta das 11h20, na UBS do setor São Miguel. A vítima é Edilson Torres da Silva, de 43 anos.

De acordo com testemunhas, dois jovens chegaram ao posto de saúde em uma motocicleta. O passageiro desceu e, fingindo ser paciente, entrou na unidade e rendeu a vigilante para roubar a arma dela. Ao presenciar a ação, Edilson reagiu. O homem tentou recuperar o revólver da segurança, mas acabou sendo baleado com dois tiros na cabeça.

Edilson foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado em estado grave para o Hospital Regional de Araguaína. Ele não resistiu aos ferimentos e, segundo o HRA, morreu por volta das 13h15. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína.

Depois do crime, o suspeito e o comparsa fugiram na moto usada no assalto. A Polícia Militar (PM) informou que fez buscas na região e continua a procura dos suspeitos.

A Polícia Civil (PC) disse que vai solicitar as imagens da câmera de segurança da UBS para identificar os suspeitos. Um inquérito será aberto para investigar o caso. 

Nota da prefeitura

Em nota, a prefeitura, responsável por administrar as UBSs, lamentou a morte de Edilson, citou os investimentos do município na segurança das unidades e criticou a falta de policiamento nas proximidades dos postos de saude. Confira o comunicado, na íntegra:

A Prefeitura de Araguaína lamenta o falecimento de Edilson Torres da Silva, 43 anos, ocorrido nesta quinta-feira, 23, após assalto na Unidade Básica de Saúde, Palmeiras do Norte, no Setor São Miguel.

A Prefeitura vem trabalhando para garantir a segurança da comunidade nas unidades básicas de saúde. O Município já firmou uma parceria com a iniciativa privada, a qual viabilizou a instalação de câmeras de monitoramento em nove UBS, travas nas portas e também a presença de vigilância armada nessas unidades.

Além disso, a Prefeitura criou a Agência de Segurança, Transporte e Trânsito (ASTT) para que seja implantada a Guarda Municipal na cidade, reforçando a segurança nos prédios públicos do Município.

Os assaltos nas unidades acontecem desde 2015, sendo registrados três naquele ano. Em 2016, foram seis assaltos. E neste ano, ocorreram dois, incluindo este último que aconteceu nesta quinta-feira, 23, na UBS Palmeiras do Norte, no Setor São Miguel.

Em quase todos os casos, homens armados entraram nas unidades e levaram pertences pessoais de servidores e pacientes que estavam no local. Sempre após os fatos, as direções das unidades procuraram a Polícia Militar (PM) e repassaram as informações para auxiliar nas investigações.

A Prefeitura reforça que a segurança externa das UBS é competência do Estado. O reforço no policiamento próximo às unidades já foi solicitado várias vezes à Polícia Militar (PM). 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.