publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 22 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Biometria é encerrada no TO com a presença do presidente do TSE

O estado é o primeiro a concluir o cadastramento biométrico em 2017

02/06/2017 21h14 | Atualizado em: 02/06/2017 21h29

Divulgação Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, participa da solenidade de encerramento do recadastramento biométrico no Tocantins

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, ao participar nesta sexta-feira (2) da solenidade de encerramento do Projeto Tocantins 100% Biométrico, no Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins, em Palmas, afirmou que “a data marca a conclusão exitosa do processo de recadastramento biométrico dos eleitores do estado de Tocantins, após um longo período de trabalho”.

O ministro do TSE ressaltou que essa conclusão é o início de um novo paradigma no processo eleitoral no estado, “que poderá contar com a identificação pelo reconhecimento das digitais em todos os seus municípios, como mais uma ferramenta de transparência e segurança na hora do voto”.

“É um momento de reconhecimento, gratidão e agradecimentos. Reafirmo que o sucesso da Biometria só foi possível graças ao trabalho de equipe e o esforço concentrado de todos, magistrados, servidores, colaboradores, além do imprescindível de parceiros municipais e imprensa. Mas deixo o meu agradecimento também para o povo do Tocantins, que atendeu ao nosso chamado. Somos um Tocantins 100% Biométrico!”, afirmou a presidente do TRE, desembargadora Ângela Prudente.

Durante a solenidade, foram apresentados os números consolidados da última fase do cadastramento biométrico no Tocantins, encerrada no último dia 26. O estado se tornou o primeiro do país a concluir o cadastramento biométrico dos eleitores em 2017. Assim, nas próximas eleições de 2018, todos os eleitores tocantinenses estarão aptos a votar após a identificação das digitais, garantindo um processo eleitoral ainda mais seguro.

O ministro Gilmar Mendes lembrou ainda que o recadastramento biométrico vem sendo realizado gradativamente pela Justiça Eleitoral em todo o país desde 2005 e já é uma realidade no processo eleitoral brasileiro em alguns estados. “Mas é preciso continuar acontecendo até que todo o eleitorado – mais de 144 milhões hoje – esteja cadastrado”, afirmou.

O ministro ressaltou que, tendo em vista a dimensão do estado, a empreitada foi desafiadora: mais de 275 mil eleitores biometrizados nesta última fase, em 17 zonas eleitorais e 65 municípios. “Tal sucesso certamente é resultado da união de esforços e do empenho de magistrados, servidores e colaboradores, além do apoio imprescindível de toda a comunidade e dos cidadãos que responderam ao chamado da Justiça Eleitoral para realizar o recadastramento”. 

 

Com Ascom/TSE

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.