publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 26 de maio de 2020
Siga a REDE TO

Rede 190

Presa mulher suspeita de aplicar golpes em namorados virtuais

Polícia diz que suspeita usava a foto de uma prima para seduzir as vítimas

12/09/2017 12h46 | Atualizado em: 15/09/2017 19h37

Ilustração Moradora de Taquaruçu, em Palmas, Elizânia Martins Almeida, de 35 anos, dizia que morava em outras cidades e usava a foto de uma prima para atrair as vítimas

REDAÇÃO


Uma mulher foi presa, nesta segunda-feira, 11, em Palmas, suspeito de aplicar golpes pela internet. Elizânia Martins Almeida, de 35 anos, dizia que morava em outras cidades e usava a foto de uma prima para atrair as vítimas. 

De acordo com a delegada Milena Lima, da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), as investigações tiveram início há pouco mais de uma semana, quando a Polícia Civil (PC) foi acionada por algumas das pessoas que foram enganadas por Elizânia.

A delegada afirma que a suspeita agia quase sempre da mesma forma: ela entrava em contato com as vítimas por meio do WhatsApp e se passando pela prima, iniciava relacionamentos virtuais com elas. Depois de um tempo, Elizânia pedia ao namorado que depositasse uma determinada quantia em dinheiro para que ela fosse até ao seu encontro. Depois de receber o valor para a viagem, a mulher bloqueava a vítima no aplicativo de mensagens instantâneas e desaparecia.

Conforme as investigações, além de fingir que era uma prima, Elizânia relatava aos namorados que residia em Araguaína ou Augustinópolis. A suspeita, porém, mora no distrito de Taquaruçu, a cerca de 30 km da cidade de Palmas. 

Depois de reunir provas contra Elizânia, a polícia soliciou a prisão preventiva da suspeita e um mandado de busca e apreensão na casa dela. Os pedidos foram aceitos pela Justiça. As ordens judiciais contra a suspeita foram cumpridas no fim da tarde desta segunda.

Elizânia foi encaminhada para a sede da delegacia especializada, onde confessou os crimes e declarou que estava arrependida. A suspeita foi autuada pelos crimes de estelionato e falsa identidade e, em seguida, levada para a Unidade Prisional Feminina de Palmas. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.