publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 23 de outubro de 2019
Siga a REDE TO

Municípios

Mais de 600 pessoas com deficiência participam de ação inclusiva no Parque Cimba

22/09/2017 12h32

Divulgação/Marcos Filho Evento realizado em alusão ao Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência propôs a interação e o uso dos espaços públicos pelos deficientes

Mais de 600 pessoas participaram, na manhã desta quinta-feira, 21, de uma ação inclusiva em comemoração ao Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência. O evento aconteceu no Parque Cimba, envolvendo alunos das redes públicas municipal e estadual, usuários do Centro-Dia de Referência da Pessoa com Deficiência, da Associação das Pessoas com Deficiência de Araguaína (ADA), da Clínica-Escola Mundo Autista, da Central de Interpretação de Libras (CIL) e da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Durante toda a manhã, foram realizadas diversas atividades de interação, brincadeiras, esportes, sorteio de brindes, plantio de mudas de árvores, exposições de artes, leitura inclusiva, teatro e apresentações musicais.

A Ana Beatriz é deficiente visual, mas a deficiência não a impediu de interagir e aproveitar o evento. “Posso sentir o cheiro das pessoas, sinto elas mais perto de mim. É um momento de emoção. Nem sei o que falar, mas estou muito feliz!”, comentou.

Aproveitando todas as atividades ao lado da psicopedagoga Marta Lagares, o pequeno Fernando Veloso, que tem deficiência múltipla, resumiu o que estava sentindo: “Todo esse carinho em um dia todinho pra mim e meus amigos. Hoje é um dia que não vou esquecer!”.

A ação, promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria da Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Juventude, ainda contou com a 1ª Mostra de Arte com obras confeccionadas no Centro-Dia da Pessoa com Deficiência.

Inclusão

A Prefeitura ainda conta com o Núcleo de Apoio Pedagógico aos Deficientes Visuais de Araguaína. O departamento vinculado à Diretoria de Ensino Especial tem por missão apoiar e favorecer a inclusão escolar e social dos cegos. O núcleo ainda é responsável por produzir recursos e matérias acessíveis em Braille e relevo para adequação das atividades pedagógicas aos estudantes cegos ou com baixa visão. O núcleo realiza ainda cursos de braile, orientação e mobilidade, além da formação de professores.

A Prefeitura também vem desenvolvendo ações de inclusão com os profissionais que atuam nos órgãos públicos municipais e oferta o Curso da Língua Brasileira de Sinais (Libras), estendendo assim o atendimento inclusivo a todos os órgãos.

 

Da Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.