publicidade
publicidade
Max:31° Min:21°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 17 de novembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Tribunal do Júri condena acusado de matar jovem esquartejado no TO

01/11/2017 17h36 | Atualizado em: 01/11/2017 18h23

Divulgação/SSP-TO Ministério Público afirma que o estudante de Direito Felipe de Carvalho Vasconcelos, de 22 anos, matou Railan Almeida Sena, de 24, por ciúmes da namorada

REDAÇÃO
REDE TO


O estudante de Direito Felipe de Carvalho Vasconcelos, de 22 anos, foi condenado a 20 anos de prisão pela morte de Railan Almeida Sena, de 24. O jovem foi levado à Júri Popular, nesta terça-feira, 31 de outubro, em Axixá do Tocantins, no extremo norte do estado. O crime, praticado com requintes de crueldade, aconteceu no dia 10 de setembro de 2016, na zona rural de Sítio Novo do Tocantins. 

Felipe foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por homicídio qualificado. Segundo o MPE, ele cometeu o crime por ciúmes da namorada. Conforme o inquérito da Polícia Civil (PC), o jovem combinou através do WhatsApp um encontro com a vítima em uma estrada vicinal perto do povoado Sumaúma. 

No local, o estudante perseguiu Railan e o esfaqueou. A vítima 
teve os braços, as pernas, a cabeça e o coração arrancados. Este último órgão foi colocado dentro da boca de Railan. 

O juiz José Roberto Ferreira Ribeiro, que presidiu o Júri, fixou a pena de Felipe em 20 anos de prisão em regime fechado. O magistrado também negou ao condenado o direito de recorrer da sentença em liberdade e o manteve preso preventivamente na Cadeia Pública de Augustinópolis.

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.