publicidade
publicidade
Max:38° Min:20°
Araguaína
Araguaína-TO, quarta, 22 de novembro de 2017
Siga a REDE TO

Rede 190

Polícia prende suspeito de matar homem em pizzaria de Araguaína

O crime aconteceu em agosto deste ano; vítima foi morta com sete tiros

08/11/2017 18h37 | Atualizado em: 09/11/2017 18h54

Divulgação/SSP-TO Iago Coimbra dos Santos e a vítima, Tiago Bernardes da Silva Ferreira Pinto, tinham cumprido pena juntos na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota; crime pode ter sido motivado por acerto de contas

REDAÇÃO
REDE TO


Um homem foi preso, na manhã desta quarta-feira, 08, em Araguaína, na região norte do Tocantins, suspeito de matar outros a tiros, em agosto deste ano. Iago Coimbra dos Santos teve a prisão preventiva decretada pela Justiça depois que a Polícia Civil (PC) reuniu indícios do envolvimento dele com o assassinato. 

De acordo com o delegado Guilherme Torres, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que comandou as investigações, tanto o suspeito, quanto a vítima, Tiago Bernardes da Silva Ferreira Pinto, tinham deixado a Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG) há pouco tempo. Os dois cumpriram pena juntos e o crime, segundo Torres, pode estar relacionado com um desentendimento entre ambos. “Acredito que seja coisa relacionada à criminalidade deles lá, acertos de contas”, explicou a autoridade policial. 

Iago foi levado para a sede da DHPP e após passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), foi levado para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Araguaína, onde permanece à disposição do Poder Judiciário. 

O delegado afirmou que as investigações continuam com o objetivo de descobrir quem era a pessoa que estava com Iago no dia do crime. “As investigações agora continuam, temos a autoria dele bem definida e agora estamos tentando descobrir quem estava com Iago no momento do crime”, frisou.

O assassinato

O assasssinato aconteceu na noite de 24 de agosto no setor Lago Azul I. Tiago estava em uma casa, que também funciona como pizzaria, quando dois homens chegaram ao local e se passaram por clientes a fim de praticar o crime. A dupla bateu na grade de proteção da porta e ao ser atendida pela esposa da vítima, perguntou o preço da pizza. Enquanto a mulher realizava o atendimento, Tiago saiu do quarto e um dos suspeitos, que seria Iago, atirou várias vezes contra ele.

Tiago foi baleado com sete tiros, chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu após passar por cirurgias no Hospital Regional de Araguaína (HRA). 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.