publicidade
publicidade
Max:38° Min:20°
Araguaína
Araguaína-TO, quarta, 22 de novembro de 2017
Siga a REDE TO

Estado

Fugitivos de presídio em Miranorte são capturados depois de praticar furtos

14/11/2017 15h18 | Atualizado em: 16/11/2017 22h03

Imagem 1 e 3: Fotomontagem REDE TO; Imagem 2: Divulgação/PM-TO Antônio Joaquim Neto e Raidson Lima da Cruz foram recapturados após praticar furtos a casas e fazendas em Bom Jesus do Tocantins e Caseara

REDAÇÃO
REDE TO


Dois dos três fugitivos da cadeia pública de Miranorte, na região central do Tocantins, foram recapturados nesta segunda-feira, 13. Um detento foi detido em Bom Jesus do Tocantins e o outro, em Caseara. Ambos estão por trás de várias ações criminosas ocorridas nos municípios nos últimos dias. 

De acordo com a Polícia Militar, Antônio Joaquim Neto, e 23 anos, foi preso depois de furtar pelo menos quatro casas na cidade de Bom Jesus entre domingo, 12, e segunda. Uma das vítimas relatou à PM que encontrou o suspeito debaixo de uma cama em um imóveis invadidos contando o dinheiro que havia sido furtado. Ao perceber que tinha sido descoberto, o suspeito ainda tentou fugir, mas foi detido por populares. 

Como a cadeia de Miranorte está lotada, Antônio Joaquim foi levado para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Colinas do Tocantins.

O outro fugitivo, Raidson Lima da Cruz, acabou recapturado após furtar várias fazendas na zona rural de Caseara. A PM informou que foi acionada por uma das vítimas e prendeu o suspeito em flagrante. Raidson foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil e aguarda vaga no sistema prisional. 

Fuga em Miranorte

A fuga na cadeia pública de Miranorte ocorreu no último dia 5. De acordo com a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Antônio Joaquim, Raidson e Bruno da Silva Luz, que ainda continua foragido, arrancaram um vaso sanitário, cavaram um buraco até o pátio da unidade e fugiram depois de pular o muro. 

Fugitivos da CPP de Palmas

No mesmo dia da fuga em Miranorte, 12 detentos fugiram da Casa de Prisão Provisória de Palmas. Oito seguem foragidos. São eles: Alex Lopes Arruda (preso por tráfico de drogas), Eduardo Almeida Carvalho (tráfico de drogas e associação para o tráfico), Levi Barbosa de Sousa (roubo), Marcos Alberto Santana de Oliveira (roubo), Thiago de Oliveira (peculato), Valdivino Pinheiro Júnior (homicídio), Werlison da Silva Martins (roubo) e Flavio Euripedes Ferreira (tráfico de drogas). 

A fuga da CPP da capital ocorreu por volta das 19h40 de 5 de novembro. Os detentos cavaram um túnel até o pátio da unidade. Na sequência, eles usaram dinamite para explodir um dos muros da CPP. Os presos que fugiram passaram pelo buraco aberto com a explosão.

O governo afirma que as polícias civil e militar continuam empenhadas nas buscas aos fugitivos e que a entrada de explosivos no maior presídio de Palmas está sendo investigada


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.