publicidade
publicidade
Max:32° Min:21°
Araguaína
Araguaína-TO, segunda, 18 de dezembro de 2017
Siga a REDE TO

Rede 190

Polícia prende quadrilha suspeita de explodir caixa eletrônico dentro da UFT

06/12/2017 11h22 | Atualizado em: 07/12/2017 20h24

Fotos: Divulgação/PM-TO Polícia recuperou R$ 18 mil furtados do caixa eletrônico e prendeu quatro pessoas suspeitas de envolvimento com a ação criminosa, entre elas um soldado do Exército

REDAÇÃO
REDE TO

 

Quatro homens foram presos, no fim da tarde desta terça-feira, 05, suspeitos de explodir um caixa eletrônico no câmpus da Universidade Federal do Tocantins, em Palmas. O equipamento, localizado no bloco I da UFT, foi atacado na madrugada desta terça. 

De acordo com a Polícia Militar, o chefe da quadrilha foi o primeiro a ser detido. Durante a abordagem, na Quadra 906 Sul, o homem confessou participação no assalto. Com ele, a PM apreendeu R$ 1 mil que seriam usados para pagar o olheiro.

O suposto líder da organização criminosa indicou o local onde estariam outros dois suspeitos. Eles foram presos em uma casa na Quadra 606 Sul. Neste segundo momento, a polícia apreendeu R$ 9 mil furtados do caixa eletrônico, um carro de passeio usado na ação, um explosivo e dois aparelhos eletrônicos comprados com dinheiro levado do equipamento bancário.

O chefe do grupo também relatou à polícia a participação de uma quarta pessoa na ação criminosa. O soldado do Exército Jemison Silva, de 25 anos, teria emprestado a moto aquática usada pelos assaltantes na fuga. O militar foi detido em uma residência na Quadra 607 Norte com o veículo aquático e um segundo carro que teria servido de apoio à quadrilha. A polícia também apreendeu com o soldado R$ 8 mil em dinheiro provenientes do furto. 

Os suspeitos, o material apreendido, incluindo luvas e munições, e os veículos foram encaminhados para a
 Superintendência da Polícia Federal, na capital. Os quatro homens devem responder por associação criminosa e furto qualificado. 

Ação criminosa

O ataque ao caixa eletrônico ocorreu por volta de 4h30 da madrugada de terça. A quadrilha abriu um buraco na parede da sala onde ficava o caixa eletrônico e, em seguida, explodiu o equipamento com dinamites. Depois de furtar uma quantia em dinheiro, o grupo fugiu pelo lago. O câmpus da UFT fica às margens do lago. 

Não é a primeira vez que bandidos furtam caixas eletrônicos na UFT na capital. Em agosto do ano passado, dois equipamentos, também foram alvos de criminosos dentro do câmpus da universidade. Os equipamentos foram abertos com a ajuda de maçaricos. Ninguém foi preso. 

Segundo a UFT, a instituição tem investido em segurança. Segundo a universidade, o câmpus de Palmas conta 80 câmeras em funcionamento e até o fim deste mês serão instaladas mais 80 em vários pontos. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.